WhatsApp possibilitará backup no Google Drive por meio de criptografia

0
117

Recentemente o aplicativo de mensagens instantâneas e chamadas de voz para smartphone WhatsApp passou por algumas transformações. A última atualização beta do app para Android demonstrou novas ferramentas de segurança disponibilizadas pela plataforma. Agora, os usuários poderão realizar backup das informações para o Google Drive por meio de uma chave criptografada individual.

Assim, os backups feitos diretamente para o Drive terão uma chave específica e mais segura por meio da criptografia. Ao todo, serão 64 caracteres constituídos por letras (minúsculas e maiúsculas), números e dígitos especiais. A senha será necessária para acessar as informações salvas na nuvem, além de permitir recuperar informações.

Mais segurança para o usuário

Desde o início de suas operações, o WhatsApp investe em segurança e privacidade para seus usuários, evitando formas de spam, criptografando as conversas e utilizando meios para evitar o vazamento de informações.

A nova atualização vem justamente para reforçar ainda mais a privacidade e a segurança fornecida pela plataforma. Assim, os dados salvos para a nuvem no Google Drive acabam protegidos por uma chave criptografada, de difícil acesso a possíveis invasores ou programas mal intencionados.

Para que serve a criptografia

A palavra se origina do grego kryptós, que significa “escondido” e aglutina o termo gráphein, referente à escrita. Portanto, a criptografia pode ser entendida como um “texto escondido”. E no caso do WhatsApp a ideia é exatamente esta: a de proteger e esconder suas mensagens de terceiros.

Na prática, isso acontece por meio de codificação dos dados salvos de modo que suas informações originais passam por modificações que não podem ser lidas de forma lógica.

Seria como se as mensagens fossem salvas em uma extensa sequência de caracteres aleatórios, a fim de enganar e driblar possíveis leitores externos. 

Com a atualização criada pelo WhatsApp, agora, além das conversas, todos os arquivos que o usuário enviar para o Google Drive passarão por esse processo de codificação, dificultando a vida de softwares mal intencionados e de hackers.

Constantes atualizações do WhatsApp

As atualizações ainda estão em fase de implementação e, como a maioria dos upgrades de segurança do WhatsApp, tendem a serem implantadas aos poucos. Porém, desde 2020, o aplicativo revela o trabalho empenhado na criptografia de dados.

Usuários que experimentaram a versão beta ainda no primeiro semestre de 2021, puderam conferir o surgimento da opção de proteger o histórico de mensagens e mídias contra acesso não autorizado no Google Drive.

Ao habilitar a função, uma senha contendo no mínimo oito caracteres era criada e serviria para ter acesso futuro ao backup. O app ainda informa que os dados são criptografados, não permitindo acesso de terceiros sem a confirmação da chave de segurança criada.

A versão definitiva da ferramenta ainda não tem data confirmada para lançamento, mas as informações preliminares já conseguem tranquilizar os usuários mais desconfiados e preocupados com a privacidade de suas informações.

Leia também: WhatsApp prepara mais um recurso para verificação de dispositivo