Weintraub sobre facada em Bolsonaro: “Óbvio que foram poderosos, com conexões, com dinheiro e interesses”

0
109
Weintraub sobre facada em Bolsonaro: “Óbvio que foram poderosos, com conexões, com dinheiro e interesses”
Weintraub sobre facada em Bolsonaro: “Óbvio que foram poderosos, com conexões, com dinheiro e interesses”

Neste domingo (06), completam exatamente dois anos que o então candidato à presidência do Brasil, Jair Messias Bolsonaro (PSL), viu a sua vida ficar por um fio após sofrer um atentado do criminoso Adélio Bispo, que lhe proferiu uma facada na barriga.

Na web, muitos voltaram a questionar quem são os mandantes do ataque contra Jair, com isso, a hashtag “quem mandou matar Bolsonaro” figurou entre os assuntos mais mencionados do Twitter no Brasil.

Atualmente residindo e trabalhando nos Estados Unidos, o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi um dos que comentaram acerca do assunto. Para ele, é notório que os mandantes do crime foram pessoas poderosas e influentes.

Leia também: Jean Wyllys ataca, e afirma que Bolsonaristas são “robôs e imbecís violentos, sem talento e invejosos”

“ÓBVIO que foram poderosos, com conexões, com dinheiro e interesses ameaçados pela eleição de @jairbolsonaro. Passados dois anos, eles manifestam seu ódio abertamente. Dois anos que deixam ÓBVIO não sermos mais uma Nação livre. Ou há LIBERDADE no Brasil?”, escreveu ele em seu perfil oficial no Twitter.

Mais cedo, o próprio Chefe de Estado comentou sobre o aniversário de 2 anos em que ele nasceu de novo, e agradeceu à Deus por estar vivo.

Leia também: Após decisão de Carmen Lúcia, General Heleno dá uma dura na ministra

“OBRIGADO: – Senhor pela minha vida. – Dr. Borsato e profissionais de saúde da Santa Casa de Juiz de Fora/MG. – Drs. Macedo e Leandro, médicos e enfermeiros do Hospital Albert Einstein; – Aos que oraram; e – Ao por continuar livre e sendo a terra mais maravilhosa do mundo!” disse o presidente