Viveiro Florestal acolhe projeto de produção sustentável de flores

0
75

Por meio de uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) e a Secretaria do Trabalho, Produção e Renda (Setrab), a Prefeitura de João Pessoa iniciou hoje uma ação inédita que vai contribuir para a geração de renda junto a produtores de flores e agricultores familiares. É o projeto “Flores Tropicais – Semear para Florescer”, que está implantando uma unidade de produção sustentável de plantas ornamentais e flores tropicais na cidade de João Pessoa.

O projeto, estruturado em um formato que prevê a inclusão socioeconômica, foi implantado no Viveiro Florestal de João Pessoa, área cedida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), em parceria com a Prefeitura de João Pessoa.

A secretária da Setrab, Vaulene de Lima Rodrigues, destacou que o mercado de flores é promissor. “O que estamos promovendo aqui é uma iniciativa extremamente inteligente, criando um espaço de oportunidades, onde vamos trabalhar com cursos que capacitem para a produção e comercialização da agricultura familiar”, concluiu.

O projeto tem o objetivo de promover a cultura e o cultivo de produção de plantas ornamentais e flores tropicais para trabalhadores da agricultura familiar no município de João Pessoa. A ideia é ampliar as oportunidades de negócio, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social e ainda estimulando a criação de uma cadeia produtiva desse tipo de produto na cidade.

O secretário de Meio Ambiente, Welison Silveira, lembrou que é no Viveiro Florestal que nasce o verde de João Pessoa, onde são produzidas as mudas de árvores nativas utilizadas no plantio urbano da cidade. “Com a abertura dessa nova frente de ação o Viveiro se torna de fato um espaço que estimula a sustentabilidade. Nós entendemos que é preciso, além de todas as ações de preservação e recuperação das áreas verdes, da fauna e flora, oferecer também oportunidades de capacitação e geração de renda, tendo o cidadão como principal elemento transformador no cuidado com o nosso patrimônio ambiental. Nós também somos meio ambiente”, concluiu.