Vítor Hugo toma posse segunda-feira como prefeito de Cabedelo

0
43
Vítor Hugo toma posse segunda feira como prefeito de Cabedelo
Vítor Hugo toma posse segunda feira como prefeito de Cabedelo

O atual prefeito interino de Cabedelo, Vítor Hugo (PRB) e o ativista cultural Aguinaldo Silva (PSB) serão empossados nos cargos de prefeito e vice-prefeito efetivos, na segunda-feira, às 18h, pela Câmara Municipal da cidade portuária. A cerimônia está marcada para o Cabedelo Clube e foi confirmada depois da Justiça Eleitoral concluir o julgamento do recurso que pedia o indeferimento do Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários da coligação “A Força do Trabalho”, que venceu a eleição suplementar realizada no último dia 17 de março. Antes da posse haverá a diplomação dos eleitos, também na segunda, às 15h, no Fórum Eleitoral de Cabedelo, em ato presidido pelo juiz Salvador Vasconcelos, da Quinquagésima Sétima Zona Eleitoral.

Vítor Hugo Peixoto Castelliano, nascido no Rio de Janeiro em 1973, empresário, casado e com nível superior completo, foi eleito em 2016 para vereador em Cabedelo depois de ter ficado na suplência em 2008 e 2012. Como vereador, foi eleito presidente da Câmara Municipal após o desbaratamento de um esquema de corrupção, conforme investigações do Gaeco e Polícia Federal na Operação Xeque-Mate. O esquema levou à prisão e renúncia do ex-prefeito Wellington Viana (Leto), acusado de comprar o mandato do ex-prefeito José de Lucena Filho (Luceninha). O vice-prefeito Flávio Oliveira faleceu e houve também a prisão de cinco vereadores e o afastamento de outros cinco. Servidores da prefeitura e da Câmara Municipal também foram alvos da operação, que identificou suposto esquema de desvio de recursos públicos no município.

O juiz Salvador Vasconcelos concluiu o julgamento do processo envolvendo o Drap da coligação vencedora. Ele negou o recurso da chapa encabeçada pelo vereador José Eudes, da PTB, seguindo o parecer do Ministério Público Eleitoral, que considerou improcedente o pedido de impugnação da chapa dos eleitos. A oposição questionava a regularidade da habilitação do vice-prefeito Aguinaldo Silva ao diretório municipal do PSB. Na eleição suplementar, Vítor Hugo e Aguinaldo foram eleitos com 23.169 votos, 73,07% do total dos votos válidos. Ontem à tarde, o juiz da Segunda Vara da comarca de Cabedelo, Henrique Jácome, determinou o relaxamento da prisão da ex-primeira-dama de Cabedelo, Jacqueline Monteiro França e de Adeildo Bezerra, assessor especial do ex-prefeito Leto Viana. Ambos, no entanto, terão que cumprir medidas cautelares determinadas pela Justiça.

 

Deixe uma resposta