Veja quem recebe a 3ª parcela do auxílio emergencial nesta quinta-feira, 24

0
136

A Caixa Econômica Federal realiza hoje, 24, o pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial para mais dois grupos. Os contemplados serão os nascidos em junho e os beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) final 6. Vale lembrar que os inscritos pelo aplicativo só poderão sacar o benefício a partir do dia 9 de julho.

As parcelas no valor de R$ 150 a R$ 375, de acordo com a composição familiar do aprovado, serão depositadas na poupança digital social do cidadão. O dinheiro pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, mas vale destacar que as transferências e saques em espécie só ficarão disponíveis daqui a algumas semanas.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

A antecipação dos pagamentos da terceira cota do auxílio emergencial foi anunciada pela Caixa no último dia 15. De acordo com o novo calendário, a liberação do dinheiro ocorrerá entre os dias 18 e 30 de junho, e não mais entre 20 de junho e 21 de julho com previsto anteriormente.

Esse cronograma é referente apenas aos beneficiários que se cadastraram para receber o auxílio. Para os inscritos no Bolsa Família, os pagamentos ocorrem sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês, seguindo o calendário oficial de pagamento do benefício social.

Prorrogação

Na última quarta-feira, 23, o ministro da economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio emergencial será prorrogado por mais três meses. Segundo Guedes, o presidente Jair Bolsonaro deve anunciar a extensão dos pagamentos até a próxima sexta-feira.

“Renovamos os programas bem sucedidos. Renovamos o BEm (programa de manutenção do emprego), renovamos o auxílio emergencial. Isso vai até agora, 31 de julho. O presidente deve anunciar, talvez ainda nesta semana, mais três meses de auxílio emergencial. Da mesma forma, vamos anunciar o BIP e o BIQ”, disse o ministro.

Leia mais: Mudança na lei: Pais solteiros têm acesso ao dobro do auxílio emergencial?