UNESCO premeia programa Apps for Good Portugal

0
69

O programa educativo tecnológico Apps for Good Portugal venceu o prémio internacional da UNESCO Hamdan bin Rashid Al-Maktoum.

O anúncio foi feito pelos responsáveis da iniciativa, em comunicado enviado à imprensa, no qual a organização não-governamental CDI Portugal, que lançou o programa em que alunos do secundário criam aplicações para resolver problemas da sociedade, explica que, desta forma, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) reconheceu internacionalmente “a abordagem inovadora do Apps for Good para melhorar o desempenho e a eficácia dos professores para uma educação de qualidade para todos”.

Portugal venceu este prémio pela segunda vez. O Apps for Good Portugal foi descrito como “um programa que impulsiona todos os princípios para a educação tecnológica e inclusiva que são defendidos por todas as organizações que querem um melhor modelo de educação para o futuro”.

Criado em 2008 e concedido a cada dois anos, o Prémio Hamdan da UNESCO pretende apoiar a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem em todo o mundo, dando prioridade aos países em desenvolvimento e às comunidades marginalizadas e desfavorecidas.

Apoiado pelo Ministério da Educação, o programa educativo já chegou a 1.133 professores portugueses.

“Apesar de ser já reconhecido internacionalmente como um programa líder na inclusão digital de alunos e professores e na contribuição para a evolução do modelo educativo atual, a realidade provocada pela pandemia relevou ainda mais a sua importância na contribuição para a igualdade de acesso à educação e ao conhecimento em geral”, sublinha a organização.

O programa decorre ao longo do ano letivo, período durante o qual professores (de todas as áreas disciplinares) e alunos têm acesso a conteúdos online. Para apoiar no desenvolvimento do projeto, os participantes têm acesso a uma rede de especialistas online para prestar todo o apoio de esclarecimento de dúvidas.

A entrega do prémio da UNESCO à Apps for Good é um “orgulho para Portugal”, disse o ministro da Educação, sublinhando que a entrega do prémio a um projeto nacional é um orgulho para o país.

Numa mensagem partilhada no Twitter do Ministério da Educação e do Governo, Tiago Brandão Rodrigues deu os parabéns à equipa da Apps for Good e ao Centro de Inclusão Digital (CDI) Portugal, que lançou o programa em 2014.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Deixe uma resposta