UFPB é investigada por supostas irregularidades em convênio

0
882

O procurador da República, Sergio Castro Pinto, determinou a abertura de inquérito civil para investigar supostas irregularidades no contrato nº 04/2010, celebrado entre a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Fundação José Américo, na execução do Curso de Especialização em Coordenação Pedagógica.

A medida foi publica na página 46, do Diário do Ministério Público Federal Eletrônio (DMPF) desta sexta-feira (27).

Segundo o documento, o procurador estabeleceu o prazo de um ano para que o inquérito seja concluído.

Deixe uma resposta