Pabllo Vittar revela maior sonho se tivesse nascido mulher, fala de TPM e diz o que deixa mais feliz

GPS da FAMA

Pabllo Vittar (Foto: Reprodução)
Pabllo Vittar (Foto: Reprodução)

Pabllo Vittar segue em ascensão em sua carreira no cenário musical do Brasil. Após estourar com ‘Sua Cara’, em parceria com Anitta, Pabllo conquistou degraus altos em sua vida. A drag é considerada uma das mais importantes e influentes do mundo.

+ Titi grava vídeo emocionante e surpreende o ator Bruno Gagliasso

Para a apresentadora Fernanda Souza, no canal dela no Youtube, Vittar respondeu o que faria se tivesse nascido mulher cisgênero. “Se eu fosse cis, eu queria ter filho. Acho que é a maior dádiva que a mulher pode ter é dar à luz e cultivar uma vida dentro de si. Isso é lindo. Parece mágica, é coisa de Deus”, revelou. Mulher cisgênero é o termo usado para se referir ao individuo que tem o sexo designado em seu nascimento.

Sobre sentir a TPM (Tensão pré menstrual), Pabllo revelou: “Não tenho TPM, mas acho que às vezes tenho uns momentos que não fico de boa”, contou. Por fim, o cantor ainda disse o que o deixa mais feliz: ” O que me deixou feliz quando não estou tão feliz é comer.”

TATÁ WERNECK DIZ QUE NOVA MÚSICA DE PABLLO VITTAR ESTÁ “ATRAPALHANDO” A EQUIPE DE DEUS SALVE O REI

Tatá Werneck surpreendeu na tarde desta quinta-feira, 12/04, ao falar sobre a nova música que Pabllo Vittar lançou recentemente . ‘Indestrutível’ mostra a luta contra a homofobia, muito presente no Brasil nos dias atuais.

+ Esposa do anão Marquinhos fica irritada ao ser confundida com atriz anã de O Outro Lado do Paraíso

“Pabllo meu amor, eu amei muito, muito, seu clipe novo, é muito maravilhoso, mas está atrapalhando a mim e ao elenco [da novela Deus Salve o Rei, exibida no horário das sete pela TV Globo]. Eu estou gravando uma novela medieval e fico [cantarola um pedaço da música], mas parabéns, lindo”, brincou a atriz pelas redes sociais.

Com as imagens em preto e branco, Pabllo mostrou cenas de ataque aos gays e a lutra contra a homofobia. O que mais chamou a atenção, além da letra da música, foi a mensagem final deixada pelo cantor.

“São milhares de adolescentes que, assim como eu, sofreram esse tipo de agressão. Está na hora de transformar o preconceito em respeito, de aceitar as pessoas como elas são e querem ser, de olhar na cara da homofobia e dizer: ‘Eu sou assim e daí?’”

Pabllo Vittar revela maior sonho se tivesse nascido mulher, fala de TPM e diz o que deixa mais feliz

amei