Novo programa de William Waack estreia com baixa audiência; confira como foi o retorno do jornalista

GPS da FAMA

William Waack estreou eu novo programa, agora na internet. (Foto: Reprodução)

O jornalista William Waack, demitido pela TV Globo no final do ano passado após um vídeo, onde aparentemente ele insulta negros e demonstra preconceito vazar, estreou o seu novo programa, agora na internet.

+ A uma semana do fim, BBB18 iguala segunda maior audiência às quintas

O jornalista montou um programa de entrevistas com estudantes de jornalismo que se chama Painel WW. A estreia da atração aconteceu nesta sexta-feira, 13/04, em parceria com a All TV, mas decepcionou em audiência.

De acordo com o portal UOL, o Painel WW não conseguiu atingir nem 500 pessoas online, o que é muito pouco em comparação com o Jornal da Globo, que Waack apresentava e atingia mais de 700 mil domicílios em São Paulo.

Carlos Mello, Bolivar Lamounier, Murilo Aragão foram os convidados do primeiro programa. A plateia composta por alunos de comunicação.

WILLIAM WAACK FALA SOBRE DEMISSÃO DA GLOBO

Dispensado da Globo após um vídeo onde fazia um comentário racista ser vazado, o jornalista William Waack falou pela primeira vez sobre um acordo que fez com o canal.

Durante o 2º Encontro Folha de Jornalismo, realizado pelo jornal Folha de São Paulo, William debateu o tema A Guerra das Palavras – Os Limites do Politicamente Correto, e foi questionado por uma pessoa na plateia: “Você considera a sua demissão da Globo injusta?”.

+ Casos de Família bate TV Record em audiência e atinge ótima audiência para o SBT

O jornalista, no entanto, rompeu o silêncio e surpreendeu na resposta, como informa o jornalista Daniel Castro. “A emissora e eu chegamos a um acordo. Eu tinha um contrato de prestação de serviços e esse contrato, por decisão mútua, foi encerrado dentro de cláusulas mutuamente acordadas. Essa postura está espelhada em um comunicado final, assinado pelos dois lados. Mais do que isso não posso comentar”, revelou.

Depois, ele foi questionado por um jornalista no auditório se vai assumir o Roda Viva na TV Cultura e se considera o jornalismo brasileiro “chato”. “”Qualquer coisa que se refira a de onde eu saí [TV Globo] precisa do meu advogado por perto”, respondeu, demonstrando humor. “Eu sou obrigado, ao contrário do que gosto de fazer, a ser um pouco mais geral no que vou dizer a vocês por razões legais. Ok? Entenderam?”, indagou, antes de disparar: “[O telejornalismo brasileiro] é horrivelmente chato, maçante, insuportável”.

+ Theo Becker toma atitude após saber que perdeu papel de Jesus para outro ator

Esta foi a primeira vez que o apresentador disse publicamente que fez um acordo de silêncio com a Globo. Ele já tinha se recusado a comentar sobre o assunto, mas não tinha deixado tão claro que isso teria consequências “legais”.

Nos bastidores da Platinada, todo mundo já sabia do acordo. A dúvida é se ele recebeu dinheiro da emissora para isso. Por um lado, especula-se que Waack teria feito um bom acerto financeiro para encerrar seu contrato, precocemente, e não sair dando entrevistas detonando o canal. Afinal, a declaração que custou seu emprego foi dada fora do ar e só veio a público porque arquivos do canal foram furtados.

De outro, há os que acreditam que, com o acordo, Waack na verdade se livrou de pagar uma multa milionária,pois seu contrato supostamente previa essa punição em caso de comprometimento ou prejuízos à imagem da empresa.

Novo programa de William Waack estreia com baixa audiência; confira como foi o retorno do jornalista

amei