“Nossa tendência é ridicularizar essa briga da polarização”, declara redator do Zorra

GPS da FAMA

Os atores Fernando Caruso e Dani Calabresa como Temer e sua esposa, Marcella, no Zorra (Foto: Globo/Mauricio Fidalgo)
Os atores Fernando Caruso e Dani Calabresa como Temer e sua esposa, Marcella, no Zorra
(Foto: Globo/Mauricio Fidalgo)

Humorístico da Globo, o Zorra, liderado pelos redatores finais Marcius Melhem, Gabriela Amaral e Celso Taddei, brincará na temporada 2018 com eleições, Copa do Mundo e intervenção federal do Rio de Janeiro, além de ridicularizar a polarização política do país.

“Para nós, humoristas, o nosso cotidiano é um prato cheio. A verdade é que o brasileiro só não morre de tédio. Aqui acontece muita coisa. Muita coisa maluca, surreal. O que nós do Zorra tentamos fazer é captar essa nossa realidade, botar uma lupa nos absurdos dela e convidar todo mundo para rir junto”, resume a redatora final Gabriela Amaral no lançamento da nova temporada do programa.

“Esse ano tem bastante material e os nossos políticos estão se esforçando pra nos encher de ideias. Eles são bastante criativos nesse sentido. Fazer piada talvez não seja a grande dificuldade. O difícil vai ser viver a vida real. Nosso cotidiano está bastante pesado, tem muita coisa triste acontecendo e o caminho do humor nunca vai ser rir das pessoas que sofrem. A nossa grande contribuição é apontar para quem faz os outros sofrerem seja com abuso de autoridades, preconceitos, etc. A nossa tendência é menos escolher um lado ou outro e ridicularizar essa briga da polarização, esse Fla x Flu entre pessoas que basicamente querem a mesma coisa, que é um Brasil melhor”, explica o também redator final Celso Taddei. Os dois comandam, juntos, um time de 20 roteiristas para montar os cerca de 30 esquetes que vão ao ar todo sábado.

+ Globo terá novidade no modo de produção de novelas em 2019; saiba qual

Cada vez mais dinâmica, a atração vai ganhar um toque especial. “A gente vem amadurecendo tudo no programa. Esse ano teremos intervenções gráficas mais frequentes. Mais do simplesmente neutro, o grafismo vai poder acrescentar humor nas cenas também. A gente vai dialogar ainda mais com a internet”, adianta o diretor Mauro Faria. O programa vai ainda inaugurar também seu perfil oficial nas redes sociais e, com isso, passa a participar mais ativamente do burburinho causado por suas cenas na internet, com direito a materiais exclusivos e memes próprios, acompanhando a dinâmica da atração.

A trupe é formada por 21 atores: Alexandre Regis, Antonio Fragoso, Anselmo Vasconcelos, Bernardo Schlegel, Cândido Damm, Dani Calabresa, Debora Lamm, Érico Bras, Fernando Caruso, Flavia Reis, George Sauma, Luís Miranda, Magda Gomes, Maria Clara Gueiros, Otavio Muller, Patricia Pinho, Paulo Mathias Jr., Renata Castro Barbosa, Rodrigo Sant’anna, Valentina Bandeira e Welder Rodrigues.

SEMANA ESPECIAL
Antes da estreia, no dia 21 de abril, a atração vai ganhar uma semana especial de humor. Entre os dias 17 a 20 de abril, será exibido uma seleção de melhores momentos dessa nova fase do humorístico. Serão programas de 20 minutos, numa contagem regressiva para a volta do humorístico à grade da emissora no dia 21. Os episódios especiais irão ao ar no horário nobre, antes do Jornal da Globo.

Zorra é um programa de Marcius Melhem e Maurício Farias e vai ao ar aos sábados depois de O Outro Lado do Paraíso. O programa tem redação final de Marcius Melhem, Celso Taddei e Gabriela Amaral, e direção geral de Mauro Farias.

“Nossa tendência é ridicularizar essa briga da polarização”, declara redator do Zorra