Grande rede dos EUA adquire diretos de exibição de duas séries da Globo

GPS da FAMA

Séries Carcereiros e SuperMax serão exibidas internacionalmente. (Foto: Montagem/Divulgação)
Séries Carcereiros e SuperMax serão exibidas internacionalmente. (Foto: Montagem/Divulgação)

A rede norte-americana AMC, responsável por séries de grande sucesso mundial como The Walking Dead, Breaking Bad e Mad Men, surpreendeu ao adquirir os direitos de exibição de duas séries da Globo.

Segundo informações do site da jornalista Patrícia Kogut, trata-se de Carcereiros e SuperMax. A primeira, que ainda é inédita na TV aberta, e tem estreia prevista para o próximo dia 26 na Globo, será disponibilizada no Sundance Now, serviço de streaming gerenciado pela rede norte-americana.

+ SBT se manifesta sobre a possível próxima reprise das 21h

SuperMax, que foi um fracasso de audiência na emissora carioca, será disponibilizada no Shudder, outra plataforma de streaming gerenciada pela AMC, sendo liberada para países como Irlanda, Alemanha, Áustria e Suíça. Vale lembrar que o Shudder também é considerada a maior plataforma de streaming voltada exclusivamente para um gênero (thriller).

As duas séries chegaram ao conhecimento dos executivos da AMC através da MIP TV, feira audiovisual realizada em Cannes, na França. Elas estiveram no catálogo de produções apresentadas pela Globo. Carcereiros chegou a ser premiada no evento, que contou com a participação de grandes produtores de TV.

DA TELEVISÃO PARA O CINEMA

Adiada diversas vezes pela Globo, chegando a rodar por festivais internacionais, ser premiada, exibida na TV paga e via streaming, a série Carcereiros finalmente ganhou uma data de estreia definitiva na TV aberta: dia 26 de abril.

A novidade é que o projeto também terá uma versão para o cinema. O filme será lançado antes da estreia da segunda temporada da série na emissora carioca. O longa, no entanto, não utilizará o mesmo material da série. Apesar de contar com o mesmo elenco e direção de José Eduardo Belmonte, a produção para o cinema terá uma história diferente da versão para a TV.

Apesar da grande expectativa para a estreia da série na TV aberta, Carcereiros vem fracassando na internet, via Globo Play. Cerca de 75% do público que viu o primeiro episódio da produção abandonou a história antes do fim. O primeiro episódio teve 192 mil visualizações, enquanto que o último foi visto apenas 45 mil vezes.

Grande rede dos EUA adquire diretos de exibição de duas séries da Globo

amei