Globo recorre à programa especial para “tapar buraco”

GPS da FAMA

Professor Raimundo (Bruno Mazzeo) na "Escolinha" (Foto: Globo/Cesar Alves)
Professor Raimundo (Bruno Mazzeo) na Escolinha
(Foto: Globo/Cesar Alves)

A programação da TV Globo do próximo domingo, 08, vai sofrer uma alteração por conta da falta de jogos da Copa do Mundo, já em sua fase decisiva. A emissora recorreu à um especial para “tapar o buraco” deixado.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, após a exibição do programa Esporte Espetacular será levado ao ar uma aula especial do humorístico A Escolinha do Professor Raimundo. Será apenas uma mesma, para ajudar a programação.

Capitu (Ellen Roche) e Professor Raimundo (Bruno Mazzeo) (Foto: Globo/Paulo Belote)
Capitu (Ellen Roche) e Professor Raimundo (Bruno Mazzeo)
(Foto: Globo/Paulo Belote)

O programa retorna de vez à grade ainda neste semestre, mas primeiro no canal Viva e só depois na Globo. Quantos aos jogos da Copa, o canal transmitirá mais sete partidas até a final no dia 10.

MAIS UM ATRIZ DEIXA À GLOBO

A Netflix vem se tornando uma grande ameaça para a Globo no Brasil. Recentemente, atores de destaque decidiram deixar a emissora carioca para estrelar novas séries do serviço de streaming.

Foi o caso de Emanuelle Araújo, que recusou um convite para Segundo Sol, atual novela das 21h, para fazer a comédia Samantha, que estreia no próximo dia 6. Marco Pigossi, que chegou a ganhar o último Troféu Melhores do Ano, do Domingão do Faustão, disse “não” a uma renovação de contrato com a Globo para protagonizar a primeira série da Netflix na Austrália, além de outra produção brasileira da empresa.

E agora, a emissora sofreu mais um desfalque com a saída de Maria Casadevall. Considerada uma das atrizes mais promissoras do país e destaque na supersérie Os Dias Eram Assim (2017), Casadevall também assinou contrato com a Netflix. Ela vai protagonizar a série Coisa Mais Lida, nova produção nacional de época do serviço de streaming.

+ SBT anuncia a quarta reprise de Carrossel e vira piada nas redes sociais

A série vai girar em torno de Maria Luiza (Casadevall), uma mulher conservadora que depende do pai, Ademar, e do marido, Pedro. Quando Pedro acaba desaparecendo, a protagonista decide sair de São Paulo e se mudar para o Rio de Janeiro, onde o marido planejava abrir um restaurante. Ao chegar na cidade maravilhosa, ela contraria o seu bom senso e o desejo do pai, e acaba transformando o estabelecimento do marido em uma casa noturna de Bossa Nova. Influenciada por amigas feministas e liberais, Maria Luiza dá início a uma transformação pessoal.

Criada por Heather Roth e Giuliano Cedroni, Coisa Mais Linda terá sete episódios de uma hora. As gravações começaram esta semana, sob responsabilidade da Prodígio Films. A informação é do site da jornalista Cristina Padiglione.

Globo recorre à programa especial para “tapar buraco”