Deus Salve o Rei: Afonso é traído, preso, e é condenado a quebrar pedras

GPS da FAMA

Afonso (Romulo Estrela) em cena de Deus Salve o Rei (Foto: Reprodução/Globo)
Afonso (Romulo Estrela) em cena de Deus Salve o Rei
(Foto: Reprodução/Globo)

Após tentar sequestrar Rodolfo (Johnny Massaro), cair em armadilha e acabar fugindo, Afonso (Romulo Estrela) tentará derrubar o irmão novamente e acabará pior ainda em Deus Salve o Rei.

Ele se manterá escondido na floresta com Amália (Marina Ruy Barbosa) e Levi (Tobias Carrieres), e resolverá procurar o rei da Lastrilha para que ele reúna outros reis e derrube Rodolfo. No entanto, Afonso será traído e no dia da tal reunião será preso.

+ Como sendo tão criticada, O Outro Lado do Paraíso se tornou o maior fenômeno de todos os tempos

“Encerra-se hoje o capítulo conhecido como dia da infâmia. Quando meu irmão, Afonso de Monferrato, tentou tirar-me à força do trono que me é de direito”, dirá Rodolfo, ao apresentar Afonso como seu prisioneiro para as pessoas do reino, como informa o Notícias da TV.

“Sinceramente, Afonso, eu custo a entender como tudo foi acabar dessa forma”, declarará o soberano. “Essa é justamente a pergunta que me faço todos os dias, meu irmão. Na verdade, a pergunta, mais especificamente, é: como você se tornou o que é hoje?”, indagará o ex-príncipe.

“Não é estranho que justamente um traidor faça essa pergunta?”, responderá Rodolfo. “Você teve todas as oportunidades para fazer um grande reinado, Rodolfo. Mas preferiu fazer uma guerra. Depois da guerra, teve todas as oportunidades de resolver a questão da água, mas decidiu que haviam outras prioridades… Como o seu próprio bem-estar”, discursará Afonso.

“Chega! Quem você acha que engana? Tudo o que fez foi por ambição. Para tomar o trono para si. Tudo é resultado de seu arrependimento. Todos sabiam, desde o início, que essa ideia de você viver como um plebeu, ao lado daquela mulher, jamais daria certo. E aí está o resultado”, afirmará o rei.

O protagonista suplicará que o irmão livre Amália de qualquer acusação. “Muito bem! Pedido concedido. Como sou um rei justo, a plebeia e o órfão estão agora livres para fazerem o que bem entender de suas vidas”, aceitará o monarca.

“E você, meu irmão, terá o mesmo destino que os seus amigos traidores: Cássio [Caio Blat] e Tiago [Vinícus Redd]. Será enviado para a pedreira de Angór”, revelará ele.

Deus Salve o Rei: Afonso é traído, preso, e é condenado a quebrar pedras

amei