Bolsonaro desmente Globo, critica a emissora e dispara: “Fake news”

GPS da FAMA

O deputado Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)
O deputado Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)

Quem acompanha a política nacional sabe que a Globo é um dos canais que mais causam polêmica entre militantes e políticos no geral. E o mais difícil de entender: a emissora recebe críticas tanto da esquerda quanto da direita, que a acusam de parcialidade. Dessa vez, foi um representante da direita, o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que voltou a criticar o canal carioca. Em vídeo publicado nas redes sociais, o político desmentiu uma notícia publicada no site do canal que afirmava que ele teria passado mal no Rio de Janeiro.

+Andressa Suíta posta foto fofa com o pequeno Gabriel e arranca elogios dos fãs

“Mais uma fake news da Globo […] O que Globo.com publica em destaque? Jair Bolsonaro passou mal em Roraima e foi internado em hospital central do Exército no Rio de Janeiro. Isso é uma mentira”, afirma Bolsonaro, que ainda diz que nem passou perto do local onde supostamente teria sido atendido.

O que o Globo quer dizer com isso? Que eu estou com a minha saúde fragilizada? Nunca me senti tão bem, e mais ainda: o que está acontecendo comigo é uma missão de Deus, e assim sendo, nós cumpriremos”, enfatiza o deputado no vídeo.

PORCHAT REVELA SE ENTREVISTARIA BOLSONARO

O ‘esquerdista’ Fábio Porchat já deixou claro que não se agrada muito das ideias do ‘direitista’ Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência da República nas eleições deste ano.

Mas, engana-se quem pensa que o político jamais seria convidado para o talk show do humorista da Record. Ao contrário de Fernanda Lima, que disse que nunca o levaria ao Amor e Sexo, Porchat se mostra muito mais aberto a conversar com o então deputado federal.

“Eu entrevisto qualquer pessoa. Em um programa diário, o ‘não’ de hoje é o ‘sim’ de daqui a seis meses. Super entrevistaria ”, disse Porchat ao ser questionado por um dos jornalistas presentes ao lançamento da nova temporada, na última quarta (28), se o deputado e pré-candidato à presidência iria à sua atração.

E criticou: “Geralmente o que o Bolsonaro fala é engraçado, no mau sentido”, completou, sem perder a piada. Sobre um novo quadro da atração, Porchat revelou muitas coisas.

“A gente vai lançar a candidatura de duas pessoas famosas e comediantes vão defender as candidaturas. Então digamos: Anitta e Mr. Catra, quem seria o melhor presidente? A gente vai botar comediantes para defender por que a Anitta seria, por que o Mr. Catra seria, e plateia no final vai escolher quem ela elege para presidente. A gente vai brincar com a política mesmo não entrando no viés político”.

Ela ainda comentou sobre a liberdade que o seu programa possui: “O programa sempre falou em política, e sempre bateu em todo mundo. Isso é uma coisa muito legal da Record, de permitir que se fale de todo mundo. Obviamente tem a tal da lei eleitoral que tem que ver até que ponto que pode na televisão”.

E acrescentou: “Acho que estreamos em um trilho muito legal, fomos mexendo, fazendo funcionar. Continuo botando minha mão no meio. O ‘Emergente como a Gente’ vai seguir. O programa continua nessa linha de ter jogos, brincadeiras”.

Bolsonaro desmente Globo, critica a emissora e dispara: “Fake news”

amei