Após mais de um mês preso, saiba o destino de Dado Dolabella

GPS da FAMA

Dado Dolabella (Foto: Reprodução/TV Globo)

Nesta quinta-feira, 22 de março, completam-se 45 dias que o ator Dado Dolabella está preso, após uma dívida de pensão alimentícia. Contudo, os dias do bonitão na cadeia podem estar contados, mesmo não tendo quitado o valor de de R$ 196 mil.

+Cabo da Polícia Militar detona apresentador da Record, faz desafio e manda recado: “exigimos que você se retrate”

“O ator só será solto antes de sessenta dias, que foi o prazo estipulado pela Justiça, após o pagamento da pensão. Sem quitar a dívida, ele deverá ser liberado somente ao fim do cumprimento integral da pena”, disse um especialista em direito de família ao “Uol”.

E continuou: “Ele pode fazer um acordo, mas como o menor é a pessoa beneficiada pelo pagamento, terá que haver a concordância judicial e do Ministério Público”.

Existe, ainda, a possibilidade remota de o famoso ficar encarcerado por mais tempo, já que o limite da pena pelo não pagamento de pensão alimentícia é de noventa dias.

VIDA DE DADO NA CADEIA É REVELADA

O ator Dado Dolabella está vivendo, novamente, os piores momentos de sua vida pessoal. Ele, que protagonizou diversas novelas de sucesso nos anos 2000, passou a viver de polêmicas desde 2008 até a atualidade. Sem conseguir engatar a carreira artística, ele agora está preso.

Aos 37 anos, ele não tem pagado a pensão alimentícia de um dos seus filhos e, no dia 5 de fevereiro, Dado teve a sua prisão decretada e segue em regime fechado até hoje no 33º Distrito Policial do Rio. De acordo com informações do portal R7, sua dívida é de nada menos que R$ 200 mil.Enquanto isso, sua mãe, a atriz Pepita Rodriguez, está enfrentando momentos difíceis por causa do filho e vivendo a base de remédios. Segundo Gilberto di Pierro, irmão mais velho de Dado, que conversou com o portal, todos eles estão sofrendo com a situação do irmão.

Em conversa ao programa “Fofocalizando”, do SBT, um ex-companheiro de prisão de Dado Dolabella, Carlos Fernando Andrade, conhecido como MC Tio Chico, disse que o ator tem comportamento tranquilo, não tem regalias e que assumiu a função de “geral” na carceragem – uma espécie de porta-voz entre os presos, carcereiros e advogados.

Segundo o entrevistado, que permaneceu 30 dias na prisão com o ator, ele não demonstrou nenhum traço de temperamento agressivo, como questionado pelo apresentador Décio Piccinini no programa.

“Ele não se revoltou, pelo contrário, ficou normal. Ele se adaptou bem à rotina. É família, amigo, nos ensinou coisas sobre a cultura vegana dele, dá palestras sobre isso. Pelos 30 dias em que o conheci, ele não é uma pessoa violenta. Todo mundo tem seu lado explosivo quando contrariado. Mas ele chegou tranquilo e abatido como todos”, afirmou o MC.

 

Após mais de um mês preso, saiba o destino de Dado Dolabella