Tribunal Esportivo adverte Carol Solberg e a proíbe de repetir ‘Fora, Bolsonaro’

0
69
Tribunal Esportivo adverte Carol Solberg e a proíbe de repetir ‘Fora, Bolsonaro’
Tribunal Esportivo adverte Carol Solberg e a proíbe de repetir ‘Fora, Bolsonaro’

Nesta terça-feira (13) a 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) advertiu a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg pela fala “Fora, Bolsonaro” em uma competição nacional em setembro.

Carol recebeu uma condenação com base no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por descumprir regulamento, com multa convertida em advertência. A jogadora foi proibida de criticar o presidente da República novamente durante qualquer partida.

Anúncio

“Você não está ali para se manifestar de forma politicamente ou religiosamente. A gente, no passado, todo mundo lembra que quando um atleta fazia o gol ele mostrava ‘alô mamãe’, ‘alô papai’. Isso foi banido. Por quê? Por que não é o momento adequado. A atleta pode falar a vontade nas redes sociais dela, que ninguém vai falar nela. Mas se ela for nas redes sociais dela e falar mal do tribunal, ela pode ser denunciada”, declarou mandatário da comissão, Otacílio Araújo

No tribunal, Carol afirmou que não se arrependia de se opor contra Jair Bolsonaro e alegou que outros jogadores de vôlei de quadra, já se manifestaram a favor do presidente em algumas oportunidades.

“Estava muito, muito feliz de ter ganhado o bronze e na hora de dar minha entrevista não consegui não pensar em tudo que está acontecendo no Brasil e me veio um grito totalmente espontâneo de tristeza e insatisfação com o que está acontecendo. Não quis ofender Banco do Brasil ou CBV, de forma alguma. Não me sinto nem um pouco arrependida. Só manifestei minha opinião. Da mesma forma que vejo que os meninos da seleção de vôlei de quadra manifestaram a opinião deles, uma opinião contrária à minha, do futebol também. Não me arrependo”, declarou.

Aparentemente a jogadora de vôlei se esqueceu que um dos principais patrocinadores do esporte é o Banco do Brasil, que é vinculado ao Governo ao qual ela criticou e que pode acarretar uma má imagem nos próximos jogos, caso ela venha repetir o gesto.

Deixe uma resposta