Treze repudia recomendação do MPPB que proíbe caracterização de torcedores

As posições do Ministério Público sobre a proibição da presença de torcedores dos times adversários uniformizados têm criado polêmica entre os clubes paraibanos. A diretoria do Treze divulgou nota contestando a medida que afasta sua torcida da partida contra o CSP.

O encontro entre CSP e Treze está confirmado para sábado (26), no estádio Almeidão, em João Pessoa, às 16h, pelo Campeonato Paraibano. Em nota, a diretoria galista afirma que não “vislumbra fundamentação jurídica apta a legitimar uma recomendação que impede um cidadão de trajar uma roupa com cores similares ao do seu time do coração”.

A recomendação feita pelo Ministério Público à Polícia Militar da Paraíba é para que torcedores com as cores do Treze sejam impedidos de entrar no Almeidão, neste sábado (26). “A diretoria alvinegra manifesta completa discordância, irresignação e repúdio à citada recomendação do órgão ministerial”, afirma a nota do Treze.

A diretoria do Treze afirma ainda “que o clube respeita o trabalho desempenhado pelo Ministério Público, todavia, jamais poderia se calar diante de uma recomendação que invade um direito individual do cidadão, prejudica a a torcida e consequentemente prejudica o clube, sem que nada tenha sido praticado para tanto”.

O Treze precisa vencer o jogo de sábado para continuar com chances de brigar pela classificação para a próxima fase. Por isso, a diretoria, comissão técnica e os jogadores contavam com a presença da torcida para incentivar os atletas. Mesmo assim, os torcedores poderão comparecer sem utilizar camisa ou outro equipamento que possa identificar o time.

Apesar da proibição, a diretoria alvinegra disse que “vai continuar lutando com medida judicial para que os torcedores alvinegros possam exercer o direito de comparecer aos estádios usando o manto sagrado do Galo”.

A nota ainda afirma “que recomendações como essa constrangem e afastam ainda mais o público dos estádios. Isso justamente no momento que os clubes mais precisam do apoio dos seus torcedores”.

Com Portal Correio