Tramita no Senado proposta para proibir programas policiais em canais de TV aberta das 6h às 22h

0
117

Uma proposta que tramita no Senado Federal pode acabar com programar como o do icônico apresentador Sikêra Júnior, que vem fazendo sucesso na Rede TV. A sugestão legislativa (SUG 24/2020) visa proibir atrações policiais consideradas “sensacionalistas” pela TV aberta.

A proposta foi enviada através do portal e-Cidadania e encaminhada à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Apresentada por um usuário da web identificado como Jonas Rafael Rossato, a ideia recebeu o apoio em forma de assinaturas no período de três meses, e ultrapassou a marca das 22 mil.

O intuito da ação é não mais permitir que programas deste tipo irem ao ar do horário das 6h às 22h.

O projeto salienta que as empresas de TV possam realizar produções com outros formatos, mas para aumentar audiência dos telespectadores permanecem em “recorrer a programas que espalham notícias violentas sob pretexto de informar”, alega o cidadão.

De acordo com o autor da proposta, os apresentadores de atrações sensacionalistas proferem narrativas especulativas e agressivas..

“A exibição de programas violentos no horário livre faz com que crianças e adolescentes possam assistir a acidentes, assassinatos, sangue, perseguições e diversas outras atitudes consideradas proibidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA”, declara Jonas.

Leia também: Avião do presidente Jair Bolsonaro arremete ao tentar pousar em MT, e causa susto

Com a informação: Agência Senado