Trabalhadores têm duas opções para antecipar FGTS em 2020; Veja como!

0
49
Trabalhadores têm duas opções para antecipar FGTS em 2020; Veja como!
Trabalhadores têm duas opções para antecipar FGTS em 2020; Veja como!

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), como nome já diz, é um benefício destinado ao trabalhador na garantia de um dinheiro extra quando ocorre a perda do emprego. Ele também é comumente utilizado para quem deseja quitar parte do valor de um imóvel. Com a crise do novo coronavírus, seu acesso foi ampliado à outras modalidades de crédito.

Quem deseja antecipar o recebimento do benefício em 2020 pode optar por duas práticas: a primeira, por meio do saque-aniversário, o trabalhador pode utilizar o saldo do Fundo para pagamento ou garantia de empréstimos, e a segunda, envolvendo o saque emergencial, em que o usuário não precisa aguardar a data de saque e transferência para pegar o dinheiro em espécie.

Saque-aniversário do FGTS para conseguir um empréstimo

Pela resolução 958, de 24 de abril de 2020, o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) autorizou a antecipação do valor do saque-aniversário por meio de empréstimos bancários. O objetivo da medida é garantir saúde financeira à população durante a pandemia do coronavírus.

A partir desta segunda-feira, 27, o trabalhador poderá antecipar o dinheiro da modalidade com crédito a juro fixo de 0,99% ao mês. No geral, será permitido adiantar três parcelas, ou seja, três anos do saque. A contratação será digital e poderá ser feita em diversos bancos.

O saque-aniversário beneficia os trabalhadores que aderiram à modalidade. Pagamentos são feitos anualmente, no mês do nascimento do beneficiário. Quem optou pela modalidade de saque-aniversário dentro do período de cadastramento poderá garantir acesso ao empréstimo ainda neste ano.

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), a escolha pela modalidade pode ser feita até o último dia do mês de aniversário. Caso contrário, os pagamentos são feitos apenas no ano seguinte.  Por meio de um financiamento bancário, o valor do adiantamento ficará retido na conta do trabalhador. Essa quantia poderá ser transferida ao banco concessor do crédito no dia previsto do saque-aniversário.

Segundo o Ministério da Economia, o valor máximo oferecido depende do limite do saldo no Fundo. Isso permitirá que o trabalhador consiga o máximo de financiamento com base no que ele tem disponível.

Antecipação do FGTS emergencial

Quem já recebeu via Caixa Tem o benefício, mas ainda não pode sacar ou transferir o dinheiro, saiba que por meio dos bancos digitais é possível fugir das restrições impostas pelo governo. Fintechs como o Nubank, PagBank, PicPay e Mercado Pago, por exemplo, permitem a transferência das quantias do FGTS emergencial  para a conta pessoal.

O método oferecido pelas empresas inclui o pagamento de um boleto ou a realização de uma compra on-line, que também permite o envio do Fundo para uma conta de mesma titularidade do beneficiário. A partir daí, é só sacar o dinheiro.

Confira a seguir o passo a passo de algumas fintechs que deve ser seguido por quem deseja antecipar a transferência dos valores do Caixa Tem para um banco digital.

  • Nubank: baixe o aplicativo da instituição; na tela inicial do app, toque na opção “Depositar” e, em seguida, “Depositar por boleto”; digite o valor que pretende transferir e clique em “Concluir”; pague o boleto no app Caixa Tem e aguarde o recebimento do valo pela conta digital.
  • Mercado Pago: antes de abrir o app do Mercado Pago, vá ao app Caixa Tem e gere um “Cartão de Débito Virtual”; copie os dados e o código de segurança, que muda a cada transação; abra o aplicativo do Mercado Pago e toque na opção “Adicionar dinheiro”; selecione a opção “Cartão Virtual Caixa”; informe o valor que deseja transferir; finalize cadastrando os dados anteriormente salvos e confirme o depósito.
  • PicPay: baixe o app e abra uma conta na fintech; na tela inicial, selecione a opção “Sua Carteira” e logo depois “Adicionar dinheiro”; vá na opção “Cartão de débito virtual ELO”; Anote os dados do cartão virtual gerado no Caixa Tem, assim como o código de segurança; defina o valor que deseja transferir e confirme com o código de segurança (CVV).

Leia ainda: Caixa e Banco do Brasil vão permitir uso do FGTS em linha de crédito mais barata

Deixe uma resposta