Tesla procura cryptos que usem menos de 1% da energia da Bitcoin? Saiba quais são!

0
102

Foi durante esta noite que a Bitcoin sofreu uma forte queda após o mais recente anúncio de Elon Musk em nome da Tesla: a fabricante de automóveis elétricos vai deixar de aceitar bitcoins como meio de pagamento. Pouco tempo depois de ter anunciado a compra de Bitcoin, bem como iria aceitar a criptomoeda como meio de pagamento dos seus automóveis.

Porquê? Segundo o comunicado, devido a questões ambientais. Já existe alguns estudos que apontam que a Bitcoin consumo muita energia, inclusive mais energia do que grandes países europeus, como os Países Baixos, por isso, e por terem uma das melhores pegadas ambientais no ramo automóvel, decidiram, agora, deixar de aceitar a moeda. No mesmo comunicado, a Elon Musk refere que continuam a acreditar nas criptomoedas e agora vão olhar para outras criptomoedas que consumem menos energia, nomeadamente que consumem menos de 1% da energia da Bitcoin. Então e quais são as moedas que cumprem este requisito?

Então e quanta energia a Bitcoin consome? Segundo os dados obtidos, a Bitcoin consome 707 KWh e, obviamente, está no último lugar da lista. Por seu lado, a Ethereum /ETH), a segunda moeda mais importante, consome 62,56 KWh por transação.

Você que ama tudo sobre celular e sempre quis saber como consertar o seu próprio aparelho, vai descobrir agora,e sem sair de casa! Ficou interessado? Então clique no link abaixo e saiba mais.

Dogecoin (DOGE)

Coincidência ou não, além da Bitcoin, Elon Musk tem referido muito esta criptomoeda.

O valor desta criptomoeda também foi muito impulsionada por Musk, no entanto, no último Saturday Night Live este presente e acabou por intitular a Dogecoin como “esquema” o que fez com que a moeda desvalorizasse.

No entanto no seu Twitter, lançou uma sondagem sobre se a Tesla deveria aceitar Dogecoin, o que acabou com um grande Sim.

Do you want Tesla to accept Doge?

— Elon Musk (@elonmusk) May 11, 2021

Segundo os dados da Benzinga, a DOGE consome 0,12 KWh por transação da moeda, sendo uma das moedas que consome menos energia.

Ripple (XRP)

A Ripple é uma criptomoeada associada à Ripple Labs e é considerada a criptomoeda que menos energia consome, de apenas 0,0079 KWh. No entanto, a XRP já teve melhores dias.

Não que haja algum problema com a própria moeda, no entanto, as autoridades norte-americanas colocaram um processo em tribunal contra a empresa gestora da XRP, por não terem registado legalmente uma venda de 1,3 mil milhões de dólares em moeda, uma situação que levou mesmo a Coinbase, uma das principais exchange, a retirar a moeda para se proteger de possíveis consequências.

No entanto, a Ripple já teve algumas vitórias, apesar de o processo ainda não ter terminado. Devido a isto, a Tesla não deverá escolher a XRP, enquanto este processo em tribunal não terminar.

Cardano (ADA)

A Cardano é, também, uma das moedas com menos consumo energético por transação, de apenas 0,5479 Kwh, sendo a terceira moeda mais económica no consumo de energia.

Cardano foi criada pela empresa de desenvolvimento de blockchain Input Output Hong Kong (IOHK) e liderado pelo CEO Charles Hoskinson, ex-co-fundador da BitShares, Ethereum e Ethereum Classic, o projeto tem como objetivo executar contratos inteligentes, aplicativos descentralizados, cadeias laterais, computação multipartidária, e metadados.

Litecoin (LTC)

Segundo a TRG Datacenters, coloca a Litecoin como a quarta moeda que consome menos energia, apesar de a diferença já ser abismal entre esta moeda e as outras referidas em cima, já que consome 18.522 KWh por transação.

Chia Network (XCH)

A moeda Chia é recente e foi muito recentemente falada devido à alteração no mundo das criptomoedas que, até agora, precisavam do poder das GPUs para trabalhar. A Chia Network passa a utilizar os discos rígidos para minerar, afirmando-se como a solução do enorme consumo de energia da Bitcoin.

Segundo as Chia, esta criptomoeda pretende ser uma alternativa mais vede e eco-friendly ao meio ambiente. No entanto, ainda não existe dados relacionados com este criptomoeda, além de que já gerou um corrida à compra de disco rígidos a nível global.

Fonte: Benzinga e TRG DataCenters

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões