Telegram arrecada US$ 1 bi em investimentos e planeja monetização

0
91

Queridinho dos influenciadores, o Telegram anunciou ter levantado US$ 1 bilhão em emissão de títulos e planeja monetização. De acordo com o fundador do aplicativo Pavel Durov, a empresa também adquiriu um investimento de US$ 150 milhões vindo do fundo soberano de Abu Dhabi, Mubadala Investment, e da Abu Dhabi Catalyst Partners.

Em seu canal no Telegram, Durov informou que a empresa vendeu esses títulos para alguns dos mais importantes e mais competentes investidores do mundo. “Isso permitirá que o Telegram continue crescendo mundialmente e se mantendo fiel aos seus valores, à sua independência”, festejou Pavel.

Ainda segundo ele, “Nos últimos sete anos e meio, defendemos consistentemente a privacidade de nossos usuários e melhoramos regularmente a qualidade e o conjunto de recursos de nossos aplicativos”, afirmou em seu canal no Telegram.

No início do ano o Telegram ultrapassou 500 milhões de usuários ativos mensais em todo o mundo. No Brasil, o Telegram já marca presença em 45% dos celulares. A alta procura também gerou muitos gastos com infraestrutura, o que deixou o aplicativo em uma situação financeira delicada por algum tempo.

Ano passado, a empresa anunciou planos para incluir anúncios em canais públicos, com o objetivo de arrecadar fundos para custear servidores e demais gastos com tráfego. Durov também cogitou o lançamento de stickers pagos, com recursos adicionais.

Leia ainda: Entenda o que é WhatsApp 2, assunto que viralizou na internet