Pixelbook a correr Windows 10? A Google pode estar a trabalhar para isso

Pode parecer contra-natura, mas certamente que os consumidores iriam adorar esta possibilidade. No entanto, esta informação não é oficial e surgiu porque foi encontrado código no Pixelbook que poder fazer com que isso aconteça.

A descoberta foi feita por um utilizador do Reedit, segundo o 9to5Mac. No código do computador, foi encontrado referência à possibilidade de haver um Dual-Boot, isto é, um outro sistema operativo instalado no computador e que possa ser utilizado em vez do ChromeOS, o sistema operativo da Google e que equipa o Pixelbook.

O ChromeOS é um sistema operativo bastante limitado, principalmente porque funciona através da nuvem, obrigatória com ligação à internet. Se por um lado é uma ideia interessante, por outro, a falta de programas comuns que possam ser utilizados nesse sistema operativo faz com que os computadores não tenham tanto interesse.

Com o código que foi encontrado, há esperança que isto possa acontecer nos computadores com ChromeOS. O modo encontrado no código chama-se “AltOS” o que está a ser entendido como a possibilidade de ter um sistema operacional alternativo, permitindo, assim, um dual boot e a utilização de outro sistema operativo. Além disso, noutras linhas de código também há referência ao “Windows”.

No entanto, esta possibilidade pode não ser para utilizar o Windows, já que a Google tem outro sistema operativo em construção, o Fuchsia. Desta forma, a Google deixaria aberta a possibilidade de poder utilizar outro sistema operativo.

Mas a possibilidade de instalar o Windows é a grande esperança dos utilizadores. Mas também pode ser uma excelente táctica para vender mais computadores com ChromeOS.

Podemos dizer que a possibilidade de fazer dual boot com os MacBook é um ponto a favor dos computadores da Apple, já que desta forma é possível ter o MacOS, um sistema operativo muito fiável, bem como podemos instalar uma versão do Windows e usufruir da variedade de aplicações disponíveis para o software da Microsoft.

Veja também…