Suspeito de sequestrar jovem e filha de oito meses é preso no Maranhão

 

De acordo com o delegado Acácio Leite, Luís Fernando Lourenco é considerado foragido. Taina Queiroz, e a filha Sofia Helena da Silva, desaparecidas desde o dia 3 de novembro.

Taina e a filha não são vistas pela família desde o dia 3 de novembro — Foto: Reprodução

O homem suspeito de sequestrar a menina de Pilar do Sul (SP) Taina Queiroz, de 18 anos, e sua filha de oito meses Sophia Helena da Silva, foi preso neste sábado (1), em São Luís, no Maranhão. A informação foi confirmada pelo delegado Acácio Leite, da Polícia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba (SP).

Taina e a menina foram vistos pela família desde o dia 3 de novembro. O jovem, Raul Kennedy da Silva, de 19 anos, foi gravado com a polícia relatando o desaparecimento, mas há suspeitas de que o ex-chefe, Luis Fernando Lourenço, sequestraram a dois.

O G1, o representante disse que ele sabia que Luiz foi preso pela Polícia Civil por ser considerado um fugitivo. No entanto, não informa se ele se apresentou na delegacia ou se ele foi indiciado.

Luís foi preso pela Polícia Civil por ser considerado foragido — Foto: Arquivo pessoal

Luis foi preso pela Polícia Civil por ser considerado foragido — Foto: Arquivo pessoal

“Ele levou a gente em shows e se mostrava uma pessoa que tinha conhecimento, importante. Nunca tive problema com ele, mas é um cara invejoso e não aceitava ver a gente feliz. Não sei por qual motivo está fazendo isso comigo”, diz.

Também, de acordo com o representante, Luis será encaminhado para a região de Sorocaba, onde irá cumprir uma pena por estelionato e será investigado em relação a uma investigação pela polícia por sequestro dos casos de falhas. “Você vai vir para a região de Itapetininga, nos próximos dias, onde será livrar-se da Justiça.”

Sobre Taina resposta penal desenho incapaz, o representante disse que, para começar. No entanto, ele deve estar escutando quando você retornar para a Coluna da Direita.

O sumiço

O G1, o marido da moça considerou que viajar a trabalho para Castilho (SP) e, quando voltou para casa, descubra mais sobre sua esposa e filha.

Raul também disse que conheceu o ex-chefe de quatro meses atrás, em Sorocaba. Ele se apresentou como cantor e empresário, e foi oferecido um emprego para um menino para entregar o exterior, em cidades do interior de São Paulo.

“Ele estava levando as pessoas a mostra e mostrou-se como uma pessoa que recebeu as informações, é importante. Nunca tive um problema com ele, mas ele é um homem ciumento e ele não aceita a ver-nos felizes. Eu não sei por que razão fazer isso para mim”, disse ele.

Raul com a filha Sofia e a esposa Taina de Queiroz Mendes — Foto: Arquivo Pessoal/Raul Kennedy da Silva

Raul com a filha Sofia e esposa Taina de Queiroz Mendes — Foto: Arquivo Pessoal/Raul Kennedy da Silva

Vídeos

De acordo com Raul, os vídeos são dirigidos por Luis Fernando-lo e familiares logo após o desaparecimento de sua esposa e filha.

Policiais civis na Coluna da Direita chamado Louis no número usado por ele para enviar as mensagens. O suspeito disse que os dois são muito, mas não sei onde eles estão. Mais tarde, a polícia e os membros da família são capazes de contatá-los.

Nas imagens (veja acima) , é possível ver Taina estava deitado na cama ao lado de uma menina. O homem que filma o suspeito. Ele faz perguntas e Taina em resposta. De acordo com o representante, os vídeos e não foi encaminhada para a Polícia Civil.

Parentes da jovem acreditar que ela está mostrando sinais de estar sob ameaça nos vídeos enviados para a família.

Em entrevista ao G1, o primo de Raul, Aline Trindade, diz que as imagens Taina é morto, sem muita gordura, e fazer sinais de nervosismo com suas mãos e olhou para o lado.

“Eu considere como meu primo e eu sei. Eu acho que é muito estranho tudo o que está acontecendo. Nos vídeos ela aparece com a mesma camisa, muito fino e tem um roxo no braço. Ela olhou para o lado, como se você tivesse uma outra pessoa e fazer sinais de quando você está nervoso”, disse a prima.

Taina de Queiroz Mendes com a filha Sofia Helena da Silva — Foto: Arquivo Pessoal/Raul Kennedy da Silva

Taina de Queiroz Mendes com sua filha Sofia Helena da Silva — Foto: Arquivo Pessoal/Raul Kennedy da Silva

Ameaça

O ex-parceiro de o homem suspeito de sequestrar a jovem Taina disse G1 que ele havia registrado um boletim de ocorrência contra ele por ameaça.

“Eu conheci o Luís, em janeiro deste ano, em Jundiaí, e ficamos juntos por três meses. No início, eu tinha que enganar, apresenta-se como um homem de negócios e superar todos”, disse o jovem, que é melhor ter identidade de manutenção.

“Vamos viver em Araraquara, mas lá, ele começou a ser agressivo. Ele me encontrou, intimidante e não iria deixar-me falar com a minha família”, disse ele.

Para fugir por conta própria

Um parente do homem suspeito de sequestrar a jovem Taina disse G1 que ela está sob ameaça e fugiu por sua própria iniciativa.

De acordo com a relação, isto é, o Estado, e é melhor ter a identidade de manter, Louis e Taina não sei onde eles estão.

“Eu falei com a Taina e ela me disse é muito. Ele disse que até mesmo os detalhes e por que ele saiu da casa e até mesmo coisas pessoais ela com o marido. Então, vamos separar evidência de que este é de fato o que aconteceu. Além disso, o próprio irmão-de-lei que a ajudou a sair da casa,” ele disse.

Fonte: g1.globo.com