Suspeito de matar motorista de aplicativo em CG é uma travesti, confirma delegada

A delegada Elizabeth Beckman adiantou a informação ao Blog do Márcio Rangel.
A travesti identificada como “Jessy” (foto) foi quem solicitou a corrida pelo aplicativo do bairro de Nova Brasília na noite do último dia 31 e aplicou os golpes de faca no trabalhador.
Ainda segundo a delegada, antes de morrer, o motorista de aplicativo chegou a contar detalhes do que ocorreu ao seu companheiro, ainda na ambulância do Samu, quando era socorrido para o Hospital de Trauma. Cerca de uma hora depois, ele faleceu.
Everton Albuquerque, tinha 25 anos e foi morto quando trabalhava.
Equipes da Delegacia de Homicídios estão em diligências e devem capturar o suspeito a qualquer momento.
Qualquer informação pode ser repassada à polícia, de forma anônima, pelo Disque-Denúncia 197.

Entenda o caso:

URGENTE: motorista de aplicativo é assassinado a facadas na noite de réveillon em Campina Grande/PB