Surreal: Marcas querem colocar publicidade nos sonhos e já o estão a fazer!

0
102

Os cientistas têm um aviso importante para nós: as empresas querem atingir seus sonhos com anúncios – e já estão a fazer. Sim, parece que é verdade. Certamente que ao ler o título e esta primeira frase, se lembrará do filme de 2010 com Leonardo DiCraio, o Inception, ou “A Origem” no Brasil.

Ora, este filme, apesar de ser bom, parecia-nos algo fantasioso. Mas algumas marcas já começaram com experiências neste sentido, obviamente que não da mesma forma como acontecer no filme, mas de forma a que as pessoas sonhem com certas marcas. E as experiências aconteceram há pouco tempo, pela Coors, detentora de várias marcas de cerveja nos EUA. Obviamente, que os investigadores estão contra e foi numa carta aberta a pedir aos legisladores americanos que está a dar mais enfase à notícia.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

Os investigadores perdiram aos legisladores para que seja criada regulamentação sobre a “incubação de sonhos direcionada”, “targeted dream incubation (TDI)” em inglês. Nesta informação divulgada pelos investigadores, é referido que grandes empresas, como a Coors e a Burger King, já estavam ativamente a tentar esta nova forma de publicidade.

“A publicidade TDI não é um truque divertido, mas um caminho escorregadio com consequências reais”, afirmam os investigadores indicando que “plantar sonhos nas mentes das pessoas com o propósito de vender produtos, para não mencionar substâncias viciantes, levanta questões éticas importantes.”

Mas espera… As marcas já o estão a fazer?

Nesta informação, é detalhado o caso da empresa Molson Coors, que detém as cervejas Coors, Blue Moon e Miller, nos EUA, que já usou a TDI para anunciar nos sonhos das pessoas dias antes do Super Bowl.

Eles convidaram alguns participantes dispostos a assistir a um vídeo “indutor de sonhos”, que foi criado com a ajuda de um investigador do sono que incluía imagens e sons de cascatas, montanhas e da cerveja Coors antes de adormecerem. Para ajudar a que este vídeo chegasse a mais pessoas, incentivaram os participantes e partilharem o vídeo com amigos, com o objetivo de receberem um pack de 12 cervejas.

Segue o vídeo sobre a “indução”:

O que era fantasia, já está a acontecer!

Ter uma grande empresa a caminhar neste sentido não é uma questão fictícia ou de fantasia, mas uma realidade, sendo que na carta aberta, os investigadores referiram também o Burger King como estando, também, nesta área, no entanto não especificou o que já foi feito, como com o exemplo da Coors.

Por agora, esta possível manipulação dos sonhos necessita da participação ativa das pessoas, mas o medo dos investigadores é que com as grandes empresas a olharem para esta possibilidade, poderão, num futuro, vermos a possibilidade de haver táticas de TDI passivas. Um exemplo que é dado pelos investigadores são os assistente de voz altifalantes, que nos EUA são muito comuns.

“É fácil imaginar um mundo em que alto-falantes inteligentes (…) se tornem instrumentos de publicidade passiva e inconsciente da noite para o dia, com ou sem a nossa permissão”, disseram os investigadores da carta. “Essas trilhas sonoras personalizadas irão tornar-se  num cenário de fundo para o nosso sono”, o que parece ser exagerado, mas não poderemos dizer a palavra nunca.

Mas, o simples facto de isto ser uma possibilidade leva-nos a encarar isto com alguma seriedade e ceptismo, ao mesmo tempo.

Fonte: Science

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões