STF: Presidente Bolsonaro afirma que “segunda vaga será para um evangélico”

0
113
STF: Presidente Bolsonaro afirma que “segunda vaga será para um evangélico”
STF: Presidente Bolsonaro afirma que “segunda vaga será para um evangélico”

No decorrer da última transmissão ao vivo realizada pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, em sua página oficial no Facebook, ele comentou acerca das indicações que deve fazer para o Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o mandatário, sua segunda indicação para a Suprema Corte deverá ser de um evangélico.

Para assumir a vaga deixada por Celso de Mello, que irá se aposentar em breve, Kassio Nunes, atualmente no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) deverá ser o nome escolhido pelo presidente.

Anúncio

Leia mais: Ator Paulo Betti, da Globo, gera revolta ao falar que facada em Bolsonaro foi “mais ou menos correta, mas não total”

O Chefe do Poder Executivo confirmou a indicação de Kassio, e afirmou que o ato deverá ser concretizado nesta sexta-feira (02), além de garantir que o próximo indicado será um cristão.

“Sai publicado amanhã, no Diário Oficial da União, o nome de Kassio Marques para a nossa primeira vaga no Supremo Tribunal Federal. Temos uma segunda vaga prevista para o ano que vem. Essa segunda vaga será para um evangélico. Agora, ele está levando tiro, mas qualquer um que eu indicasse estaria levando tiro“, afirmou.

Leia mais: Deputada petista reclama do calor no Brasil, e menciona o presidente: “É o apocalipse do Bolsonaro!”

Ademais, Jair afirmou confiar em Kassio Nunes e destacou quando seus adeptos gostariam que seu antigo ministro da Justiça, Sergio Moro, fosse o escolhido para ocupar a vaga na Corte Suprema.

“A questão de família, ele é católico e eu tenho certeza que vocês vão gostar do trabalho dele no Supremo Tribunal Federal (…) E outra, quem indica é o Senado. Eu encaminho nome (…) E outra Até o ano passado, vocês queriam quem para o Supremo? Vocês queriam Sergio Moro. E me ameaçavam no Facebook (…) Agora, vocês querem que eu troque o Kassio pelo Sergio Moro?”