Stadia chega a Portugal e a mais sete outros países na Europa 

0
115

O novo serviço de streaming de jogos Google Stadia chega hoje a Portugal e a mais sete países, Áustria, República Checa, Hungria, Polónia, Roménia, Eslováquia e Suíça. O stadi tem como objetivo tornar os grandes jogos mais acessíveis, não sendo necessário comprar novo hardware porque o Stadia funciona com o que já conhece: laptops, desktops, telemóveis e tablets compatíveis, e controlos populares para videojogos, e funciona instantaneamente, sem a necessidade de esperar por descarregamentos ou atualizações dos jogos.

O Stadia funciona para qualquer pessoa com uma conta Gmail em 22 países – podendo ter acesso a exclenetes jogos como o Destiny 2 e Super Bomberman R Online imediatamente e de forma gratuita.

Todos os novos utilizadores do Stadia podem também ter acesso a um mês grátis do Stadia Pro, o serviço premium de subscrição que inclui diversos jogos gratuitos para começar a jogar. Cada jogo reivindicado no Stadia Pro será seu enquanto continuar como membro e mais jogos gratuitos serão adicionados todos os meses. Após o mês grátis poderá manter a sua subscrição do Stadia Pro por €9.99 por mês.

Pode comprar mais jogos através da loja Stadia. Quer esteja à espera para andar pelas ruas de Night City em Cyberpunk 2077 ou queira tornar-se um guerreiro viking à procura de conquistas em Assassin’s Creed Valhalla há sempre algo para todos.

O Google Stadia chega hoje a Portugal e estará disponível para todos os jogadores com equipamentos compatíveis durante as próximas 24 horas. Relembramos o que a Google anunciou na apresentação do serviço.

Stadia terá mais potência que a Xbox e a Ps4 juntas

O Google fez uma parceria com a AMD para criar uma GPU personalizada para os seus datacenters. Segundo a empresa, a GPU iá fornecer 10,7 teraflops de potência, o que é mais do que os 4,2 teraflops da PS4 Pro e os 6 teraflops de potência da Xbox One X. Cada servidor do Stadia também será equipada com um processador x86 de 2.7GHz com 16 GB de RAM.

Um dos primeiros jogos lançados no serviço Stadia do Google será o Doom Eternal, que suportará resolução 4K, HDR e 60 fps. O Doom Eternal ainda não tem data de lançamento, mas também estará disponível no PC, Nintendo Switch, PS4 e Xbox One. A Stadia também vai abraçar o jogo multi-plataforma, para que os programadores possam permitir o multiplayer multi-plataforma, facilitando a continuação do jogo nas diferentes plataformas e a possibilidade de amigos com diferentes consolas/pataformas poderem jogar entre si.

O Google também está a usar o que chamam de State Share, que permite que os jogadores partilhem momentos do jogo com facilidade, para que possam partilhar um link exato para uma parte de um jogo, mudando a forma como os jogos são normalmente partilhados.

O YouTube é uma parte gigantesca da Stadia, e o Google parece estar a contar com a sua gigante plataforma de vídeos para levar os jogadores ao usarem o seu serviço em nuvem. Mais de 50 mil milhões de horas de conteúdo de jogos foram visualizados no YouTube em 2018, de modo que o Google está a permitir que os utilizadores do Stadia destaquem, captem e partilhem diretamente no YouTube ou até mesmo deixem os espectadores jogarem ao lado dos criadores. Haverá até uma funcionalidade que irá facilitar a interação entre os criadores de conteúdo do YouTube e os utilizadores.

A Google vai aposta em títulos exclusivos

O Google também vai criar o seu próprio estúdio de jogos para o lançamento de títulos exclusivos, intitulado Stadia Games e Entertainment. Jade Raymond, que recentemente ingressou no Google como VP e está a liderar a área do Google para os seus próprios jogos. Raymond é uma veterana do setor que trabalhou anteriormente na Sony, na Electronic Arts e na Ubisoft.

O Google afirma que mais de 100 estúdios já possuem kits de desenvolvimento para a Stadia, e mais de 1.000 criativos e engenheiros já estão a trabalhar em títulos que funcionarão no serviço.

Embora o Google tenha divulgado o Stadia, não foi divulgado quando é que o serviço estará disponível, sendo que apenas foi referido que durante este ano, 2019, chegará aos EUA, Canadá e Europa. Também não houve qualquer referência aos preços que irão ser praticados nem à forma como irá funcionar, se com uma subscrição mensal ou os jogos terão de ser adquiridos individualmente, portanto ainda há muita coisa por saber.

Concorrência estejam atentos

O Google naturalmente enfrentará a concorrência de vários rivais. A Microsoft também está a preparar o seu próprio serviço de streaming de jogos xCloud, que demonstrou recentemente, com testes públicos marcados para começar ainda este ano.

A Amazon também tem sido apontada neste sentido e tanto a Nvidia como a Sony já estão a fazer streaming de jogos pela internet. Até mesmo a Valve está a expandir o seu recurso de streaming de jogo, para permitir que você transmita seus jogos Steam de um PC para qualquer lugar através do hardware do Steam Link ou do aplicativo Steam Link.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões