Sem leitos em CG, pacientes são transferidos de Lagoa Seca para João Pessoa e número caso graves aumenta nas últimas 24h

0
70

A Secretária de Saúde da cidade de Lagoa Seca confirmou no início da manhã deste sábado a transferência de pacientes infectados pelo novo coronavírus para João Pessoa.
A ação foi realizada na manhã de ontem, após o agravamento do quadro dos pacientes e a inexistência de leitos disponíveis nas unidades hospitalares de Campina Grande.
Dois pacientes foram encaminhados para o Hospital de Traumas Senador Humberto Lucena (JP) e outro para o Hospital Santa Isabel (JP). Um terceiro foi encaminhado para o Hospital de Clínicas em Campina Grande, ocupando o último leito disponível.
Outro quadro preocupante confirmado pela secretária Cristiane Cavalcante foi o aumento do número de pacientes com quadro grave de Covid-19. “Atualmente todos os pacientes que estão internados na Ala Covid do Hospital Municipal Ana Maria Coutinho Ramalho são de pacientes considerados graves. Todos eles tem mais de 50% de comprometimento pulmonar” afirmou.
Por conta da situação, o prefeito Fábio Ramalho determinou a compra de mais de oxigênio para auxiliar os pacientes e também implantou serviço de fisioterapia pulmonar. “Estamos, sem dúvida alguma, no pior momento desde o ano passado. Precisamos da ajuda da comunidade em evitar aglomerações e continuar usando máscaras. Nossa capacidade de atendimento já está no limite” declarou o prefeito.
Atualmente Lagoa Seca tem 1751 casos confirmados de Covid-19 e 37 casos ativos confirmados. Outras 206 pessoas se enquadram como quadros suspeitos e aguardam a confirmação da infecção após realização de exames. Desde o início da pandemia, 32 pessoas já morreram na cidade.