Secretaria de Saúde de João Pessoa/PB retoma atendimento presencial do Cartão SUS nesta segunda-feira

A Secretaria Municipal de Saúde retoma, a partir da próxima segunda-feira (11), o atendimento presencial na sede do Cartão SUS. A medida acontece diante da melhoria nos indicadores da pandemia na Capital. Com isso, o atendimento online, que durou cerca de dois anos, não acontecerá mais. O serviço está localizado na Avenida Rui Barbosa, no bairro da Torre, e funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, sem intervalo de almoço.

Devem buscar o serviço para a emissão do documento os usuários residentes em João Pessoa que ainda não tem o Cartão SUS. Outro perfil que também deve procurar o serviço são usuários residentes em João Pessoa que tiveram suas solicitações de consulta/exames/cirurgias não inseridas no Sistema de Regulação pelos polos distritais de digitação em virtude de necessidade de atualização de cadastro.

“Também devem atualizar o cartão, as pessoas que têm os cartões escritos à mão ou os cartões que começam com 898, com o número 1 e, com o número 2, além de quem tenha perdido e precisa da segunda via. De toda forma, reforçamos que os cartões emitidos de forma online continuam sendo válidos e não precisam ser atualizados ou reemitidos”, acrescenta a coordenadora do Cartão SUS, Aline Melo.

Para emitir o documento é necessário ter em mãos o Registro Geral (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e um comprovante de residência, em João Pessoa, no nome do usuário. São válidos como comprovante de residência contas de água, energia, internet, faturas de cartão de crédito ou de lojas de departamento. “Na inexistência desses documentos no nome do usuário, ele deve procurar a Unidade de Saúde da Família onde é cadastrado e atendido para a emissão de uma declaração de residência pela equipe da USF”, orienta a coordenadora do serviço.

Cartão SUS – O Cartão Nacional de Saúde (CNS) é o documento de identificação do usuário do SUS. Com esse registro, é possível ter acesso aos serviços de saúde de forma mais dinâmica, o que permite a identificação dos usuários nas ações e serviços de saúde por meio de um número único para cada cidadão.

Mesmo as pessoas com plano de saúde privado precisam ter o CNS, uma vez que serviços básicos, como vacinação, só acontecem mediante a apresentação do Cartão, tanto para adultos, quanto para crianças.

De acordo com a coordenação do serviço aqui da Capital, de janeiro de 2021 até o final de março de 2022, foram emitidos 103.127 cartões.

Fonte: ClickPB

Foto: Divulgação / Secom-JP