SCAM: Mulher finge ter câncer é raro e levanta mais de R$ 200 mil em kitty online

Você certamente já viu, e até colaborou com alguns kitty online. Basicamente, funciona da seguinte maneira: as pessoas em necessidade, ou com poucas condições de criar um site para contar suas histórias e pedir uma contribuição, de qualquer quantia, em dinheiro. Normalmente, existem campanhas para pagar tratamentos ou medicamentos caros.

É claro que, se você nunca ajudou em uma vaquinha online, você pode estar se perguntando o que faz uma pessoa dar dinheiro para alguém que não sabe mesmo. A resposta para isso é simples: a compaixão. Acredite ou não, as histórias são realmente tocar e, no final, você sente que precisa fazer alguma coisa para ajudar.

Que é exatamente o que Lucy Wieland ganhou a internet. A sua história: com a idade de 27 anos, foi diagnosticada com câncer de ovário em estágio 5 (a fase mais mortal da doença).

Só que ainda havia esperança. Ela foi listado para participar de uma experiência nova que poderia salvar a sua vida, o único problema é que você não tem dinheiro suficiente para pagar os medicamentos.

Assim, como muitos outros povos, decidiram criar uma campanha de financiamento online. Além de um vídeo que explica mais sobre o tumor, ela também postou várias fotos no hospital, durante a quimioterapia.

Em um curto período de tempo, aumentou de 55 mil dólares de pessoas que se solidarizaram com a causa e queria ajudar de alguma forma. Uma atitude inspiradora, e que realmente mostra que ainda há pessoas boas neste mundo.

Só tem um problema: era tudo falso! Lucy nunca tinha câncer, ela inventou a história para ganhar dinheiro e raspou a cabeça para tudo parecer mais real.

A falcatrua foi descoberta pela polícia local, que fez algumas investigações e preso a moçoila por fraude, mas ela já estava solto e vai responder o processo em liberdade.

Para a imprensa, o detetive Chris Lawson disse que a situação é lamentável. “É muito preocupante que as pessoas usam a emoção dos outros para tentar ganhar dinheiro. É desanimador. As vítimas, que são membros da comunidade, ouvi a história e tentou ajudar da melhor maneira possível”, disse ele.

Infelizmente, este não é um caso isolado. Apesar de muitas pessoas criam vaquinhas virtuais porque realmente precisa de dinheiro, outros inventam doenças graves ou causas nobres simplesmente para aproveitar da bondade alheia.

Fonte: fabiosa.com.br

VEJA TAMBÉM:

Para uma vida de luxo: Polícia pede a prisão dos pais, que arrecadou 4 milhões de euros para o tratamento da criança

Deixe uma resposta