Saiu novo valor do abono salarial 2021; Veja quem receberá o reajuste

0
103

O trabalhador que sacar o abono salarial PIS/Pasep em 2021 terá um pouco mais de dinheiro no bolso. O motivo está no aumento do salário mínimo, que passará de R$ 1.045 para R$ 1.087,85 a partir de janeiro do ano que vem, conforme nova projeção do governo federal.

A inflação é a responsável por reajustar o piso nacional, assim como os pagamentos realizados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Também entra na lista o benefício pago aos cidadãos que ganham até dois salários mínimos mensais e que trabalharam de carteira assinada no ano-base ao do calendário PIS/Pasep.

Valor do PIS/Pasep em 2021

Com a nova projeção, o abono salarial terá um aumento de R$ 42,85. Receberão a diferença aqueles que tiverem o lote liberado a partir de janeiro do ano que vem. Caso a pessoa tenha trabalhado 12 meses em 2019, por exemplo, recebe um salário mínimo completo. Se trabalhou durante um mês, recebe proporcionalmente 1/12 do piso.

Sendo assim, o novo valor do PIS/Pasep será de: R$ 90,65 (mínimo) de R$ 1.087,85 (máximo). Quem receber ainda este ano, terá direito ainda à quantia de R$ 1.045 (máximo) ou R$ 88 (mínimo).

Calendário PIS/Pasep 2020 – 2021

Veja a seguir o cronograma completo, que inclui as datas para quem é funcionário de empresa privada ou faz parte de instituição pública.

PIS (no caso de funcionários de empresas privadas)

Mês de nascimento  Recebem a partir de   Julho  16/07/2020  Agosto  18/08/2020 Setembro 15/09/2020 Outubro 14/10/2020 Novembro 17/11/2020 Dezembro 15/12/2020 Janeiro 19/01/2021 Fevereiro 19/01/2021 Março 11/02/2021 Abril 11/02/2021 Maio  17/03/2021  Junho  17/03/2021 

Pasep (no caso de servidores públicos)

Final de Inscrição  Recebem a partir de  0  16/07/2020  1  18/08/2020  2  15/09/2020  3  14/10/2020  4  17/11/2020  19/01/2021  6 e 7  13/02/2021  8 e 9  17/03/2021 

Enquanto o PIS segue como ordem de pagamento o mês de nascimento do beneficiário, o Pasep considera o número final de inscrição do trabalhador de instituição pública. Sobre a bancarização dos repasses, são responsáveis a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, respectivamente.

Mas, afinal: Quem poderá sacar o PIS/Pasep em 2021?

Apesar das mudanças em relação ao valor, as regras aplicadas para o recebimento do abono salarial permanecerão iguais em 2021. Sendo assim, tem direito ao benefício:

  • o trabalhador que exerceu profissão com carteira assinada por pelo menos 30 dias (um mês) em 2019. Quem trabalhou em 2018 sob as mesmas condições, mas perdeu o prazo do último calendário, também pode sacar;
  • o trabalhador que recebeu durante igual período até dois salários mínimos mensalmente;
  • o trabalhador que possui inscrição no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; e
  • o trabalhador que está com os dados corretamente informados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Qualquer dúvida sobre o pagamento do benefício pode ser esclarecida em um dos canais de atendimento da Caixa (app Caixa Trabalhador, site ou telefone 0800 726 0227) e Banco do Brasil (pelos atendimentos via telefone 4004 0001 ou 0800 729 0001).

Leia ainda: PIS/Pasep e FGTS liberam saques de até R$ 2.090; Saiba quanto receber ainda em novembro