Saiba em qual banco o empréstimo consignado do INSS é mais barato

0
147

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que precisam de dinheiro podem contar com as opções de empréstimo consignado oferecidas no mercado. O crédito é descontado automaticamente do benefício do segurado. As taxas de juros variam de acordo com o banco, mas por lei não pode passar de 1,80% ao mês.

Além disso, o beneficiário pode comprometer até 30% de sua renda com linhas de empréstimo consignados. Mas do que isso, o desconto não é permitido, pois corre o risco do aposentado ou pensionista ter a renda muito prejudicada e se endividar muito.

Se comparado ao empréstimo pessoal, o consignado promete oferecer juros menores, já que com o desconto sendo feito direto no beneficio INSS, o banco tem garantia maior que não sofrerá calote por inadimplência. Tendo isso em vista, confira abaixo quais são as taxas de juros cobradas pelos 9 maiores bancos do Brasil para o consignado:

Taxas de juros de 9 bancos para o empréstimo consignado

  • Santander: 1,42% por mês;
  • Caixa Econômica Federal: 1,51% por mês;
  • Banco do Brasil: 1,58% por mês;
  • Facta: 1,62% por mês;
  • Bradesco: 1,66% por mês;
  • Bando Agiplan/Agibank: 1,68% por mês;
  • Banco Pan: 1,74% por mês;
  • BMG: 1,76% por mês;
  • Itaú: 1,79 por mês.
  • Qual banco oferece o empréstimo consignado mais barato?

    Embora as diferenças entre as taxas possam parecer pequenas, um valor aplicado mensalmente pode deixar o empréstimo caro e o pior tirar muito do benefício do aposentado ou pensionista. Como é possível verificar pelo ranking acima, o Santander conta com a menor taxa de juros, já o Itaú aplica o maior custo.

    • Exemplo prático de taxa menor: caso o segurado pegue um empréstimo consignado de R$ 5 mil com o Santander com a taxa de 1,42% ao mês, após dois anos ele deverá pagar R$ 5.935,44. Ou seja, mais R$ 935,44 somado ao valor pedido para crédito.
    • Exemplo prático de taxa maior: mas caso o segurado escolha por solicitar um empréstimo também de R$ 5 mil no Itaú, aplicando a cobrança de 1,79% ao mês, depois de dois anos a dívida estará em R$ 6.194,64. Neste caso, o aumento foi de R$ 1.194,64.

    Dica para saber quanto ficou a dívida total

    Para ter controle financeiro e saber quanto vai ficar o valor total do empréstimo consignado, o aposentado e pensionista pode pedir ao banco em que deseja assinar o contrato pelo Custo Efetivo Total (CET). O documento mostra quanto fica um empréstimo ou um financiamento com todas as tarifas. Esse custo pode variar de acordo com o prazo para pagar, valor do empréstimo solicitado, da tarifa de cadastro, dos impostos, dos serviços contratados com terceiros, entre outros.

    Veja também: Valor de contribuição para o INSS aumentou. Veja todas as mudanças