Rodolfo Landim supera “candidato-Bandeira’, e é eleito o novo presidente do Flamengo

O Flamengo tem um novo presidente. Depois de seis anos do mandato de Eduardo Bandeira de Mello, Rodolfo Landim venceu Ricardo Lomba, Marcelo Vargas e José Carlos Peruano, em eleição realizada neste sábado (08), na sede do clube, na Gávea, Rio de Janeiro, e foi escolhido como o novo representante para os próximos três anos.

O candidato de 61 anos, teve como principal nome da oposição, representada a placa de roxo e recebeu 1.879 votos, contra 1.097 Ricardo Lomba, o segundo lugar, e o que foi que teve o apoio da Bandeira de Mello. Enquanto isso, Vargas tinha 41 e o Peruano apenas 22. Foram registrados ainda 6 votos em branco e 3 pessoas optaram por votar nulo.

Empresário e engenheiro, Regina foi o presidente da BR Distribuidora. Atualmente, está no negócio de petróleo e gás. Um membro do Flamengo desde os dez anos de idade, ele coloca a seu avô como um grande influenciador de sua paixão pelo clube carioca. As suas principais propostas durante o curso da campanha, foram para melhorar a gestão, o gerenciamento de receitas de uma maneira diferente, uma idéia para gerir o estádio do Maracanã e também a promessa de baixar o preço dos ingressos, algo que foi muito criticado pelos fãs na gestão de Bandeira. Ele também garantiu que, se eleito, “recolocaria o Flamengo no caminho das vitórias”.

Rodolfo Landim terá como vice-presidente de futebol Marcos Braz, nome confirmado por ele mesmo durante a eleição deste sábado.

O novo presidente terá êxito Eduardo Bandeira de Mello, que, apesar do sucesso econômico, só conseguiu dois títulos no rio de janeiro e a Copa do mundo no Brasil, ainda em 2013, seu primeiro ano. A falta de conquistas, foi a principal razão para que a Colisão não foi bem sucedido para o representante.

O novo presidente, é claro, vai ter o desafio de dar um título internacional para o Flamengo, além de buscar fazer o clube voltar a ser campeão brasileiro. As poucas conquistas do futebol e o elenco montado pelo atual conselho de administração têm sido os maiores alvos dos candidatos de oposição, chateado com a pecha de “gosto” imposta ao clube.

ESPN

Selecionamos para você

Deixe uma resposta