Revisão da aposentadoria: Confira dicas que podem aumentar o benefício do INSS

0
91

Segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem solicitar a revisão da aposentadoria um mês depois da data de concessão do benefício. Em relação ao prazo limite para corrigir qualquer erro no cálculo do valor emitido na folha, o período é de dez anos contabilizados após a liberação.

A revisão da aposentadoria pode ser requisitada quando o segurado do INSS acredita haver erro no cálculo do benefício pela Previdência Social. Quanto antes solicitar a correção da renda, menos tempo o beneficiário receberá a aposentadoria de forma inexata. Sem contar ainda a espera pela análise do pedido, que pode durar meses ou anos.

Casos em que o INSS reconhece o erro, são feitos repasses dos valores atrasados diretamente na conta do segurado, sendo possível receber as diferenças retroativas de até cinco anos antes do pedido.

Como fazer o pedido de revisão do INSS?

O pedido de revisão da aposentadoria no INSS é feito pela internet – site ou aplicativo “Meu INSS” – ou telefone, na central 135. Quem optar pela requisição de forma online, o envio da documentação acontece via computador ou celular – quem preferir pode levar as cópias de forma presencial nas agências.

Segundo especialistas em Previdência, o segurado que acredita estar recebendo menos do que deveria na aposentadoria deve realizar um pente-fino na memória de cálculo da aposentadoria e na carta de concessão.

Outra dica é requerer o processo administrativo de concessão para verificar o que foi levado em conta pelo servidor que analisou o pedido. Isso porque pode ser que tenha ficado de fora do período de trabalho atividades de caráter especial, com prejuízo à saúde.

Vale destacar que o segurado consegue realizar o pedido de revisão do INSS por conta própria nos respectivos canais do INSS citados acima. No entanto, dependendo do caso, a contratação de um defensor ou advogado pode facilitar o processo, permitindo mais clareza e precisão durante as revisões.

Dicas para aumentar o valor da aposentadoria com a revisão

Especialista em previdência dão algumas dicas para quem deseja iniciar o processo de revisão, na sugestão do que fazer. Confira a seguir:

  • Faça um pente-fino na carta de concessão. No documento, constam dados do benefício, como o tempo de contribuição que foi considerado e a forma em que o cálculo foi feito.
  • Análise da memória de cálculo. Quem se aposentou antes da Reforma da Previdência, por exemplo, é importante conferir se os 20% menores salários foram descartados. Se foram considerados, a renda foi reduzida.
  • Solicite o processo administrativo para estudá-lo. Ele pode ser solicitado na íntegra pelo portal Meu INSS e telefone 135. Antes de realizar o pedido, a sugestão é verificar se ele está disponível no sistema, de forma online.
  • Lembrando que, após entender o erro cometido na renda, o segurado deve realizar o pedido da forma mais detalhada possível ao INSS. Ele deve, acima de tudo, apontar a falha cometida, se houve descarte de menores salários, confusão em relação à regra de transição ou caso tenha sido deixado algum tempo de contribuição para trás.

    Leia ainda: INSS: Infectados por covid-19 podem receber quais benefícios? Conheça