Reunião online da Funjope com fóruns define parceria sobre política de cultura

0
116

Alinhar pontos comuns da política de cultura voltada para ocupação dos equipamentos culturais e fortalecer as ações que envolvem as artes visuais. Estes foram os objetivos de uma reunião online realizada nesta sexta-feira, dia 5, entre integrantes do Fórum de Fotografia da Parahyba, do Fórum de Artes Visuais da Parahyba e a direção da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). A parceria prevê, entre outros aspectos, a valorização dos equipamentos culturais e dos artistas locais.

“Tivemos uma conversa muito boa e produtiva com o Fórum de Fotografia da Parahyba e o Fórum de Artes Visuais da Parahyba. Primeiro, para alinhar pontos comuns de nossa política de cultura, voltada para ocupação dos equipamentos culturais, mas também para o fortalecimento de um conjunto de ações que envolve as artes visuais na sua mais ampla capacidade de articulação, fotografia, artes plásticas, design, esculturas, enfim, tudo que possa ser catalogado no conjunto das artes visuais”, destacou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele ressaltou que os fóruns têm muito em comum com os objetivos da Fundação. “Nós constatamos que, na verdade, estamos falando a mesma linguagem. Temos pontos comuns muito fortes como o fortalecimento dos nossos equipamentos culturais, uma política de editais, de valorização dos artistas locais. Isso não significa dizer que não vamos trabalhar também com artistas nacionais ou mesmo internacionais, mas, que a gente possa celebrar nos nossos convênios um espaço para o artista local dentro de uma dignidade que ele merece”, ressaltou.

A ideia, segundo Marcus, é que as ações culturais tenham uma interface com o turismo e a educação, na formação de público, mas também na capacitação dos profissionais de diversas áreas. “Que a gente possa construir uma capilaridade de todos os equipamentos culturais e mesmo esportivos que temos na cidade e que tenham interface com a cultura”, acrescentou.

O diretor resumiu que todos saíram da reunião confiantes de que será feito um bom trabalho na área de artes visuais e fotografia. Os espaços são o Casarão 34, Casa da Pólvora, Hotel Globo, Centro Cultural Mangabeira, Estação Ciência, Cultura e Artes, além de outros equipamentos que fazem parte da gestão da Funjope.

“A partir de agora, estaremos construindo isso, inclusive com ações bem pontuais que já vamos apresentar nos próximos meses, como o edital do Salão Municipal de Artes Plásticas, que é tradicional e histórico em João Pessoa e que, nos últimos anos, não aconteceu. Vamos pensar a Lei dos Edifícios e termos um trabalho focado na ocupação desses espaços de construção civil sendo ocupados pelas artes visuais”, concluiu.