Regras da CNH entram em vigor nesta segunda, 16; Confira novos preços!

0
233

A partir desta segunda-feira, 16, vão começar a ser aplicadas as novas regras para formação de condutores. As mudanças vão desde o uso do simulador em aulas, até novos preços para tirar a primeira CNH

As alterações estão de acordo com resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e envolvem também novas regras como alteração de aulas noturnas, na  carga horária e no curso prático.

Além disso, haverá mudanças para tirar habilitação de condução de ciclomotores, as chamadas “cinquentinha”. Confira as principais alterações, os documentos necessários para emitir a CNH e como fica agora o valor do processo para tirar a primeira habilitação.

Mudanças para tirar CNH

Simulador 

Com a nova norma, não será mais necessário usar o simulador para adquirir uma carteira da categoria B, sendo que agora, o candidato poderá escolher realizar até cinco horas/aula em simulador. Mas, este deve estar disponível na autoescola. Essas simulações deverão ser feitas antes das aulas práticas.

Aulas noturnas

Tanto para a categoria “A” quanto para categoria “B”, a exigência das aulas noturnas cairá para carga horária de 1 hora prática. Antes, esse valor era correspondente a 20% sobre o total da carga horária.

Curso prático 

Como mencionado anteriormente, o uso de simulador se torna opcional. Com isso, a carga horária prática para adquirir a categoria “B”, corresponde a 20 horas mínimas de aula. Mas, caso o candidato opte por fazer a simulação, essa carga horária cai para 15 horas mínimas.

Ciclomotores

A carga horária para obter habilitação de ciclomotores (cinquentinha), também foi reduzida. Será obrigatório cumprir, no mínimo, 5 horas de aulas práticas. No teste, poderá ser utilizado veículo da própria autoescola ou do candidato.

Com o objetivo de facilitar na hora de conseguir a Autorização para Conduzir Ciclomotores, 12 meses após a nova regra, os candidatos podem optar por não realizar aulas, apenas exames. Em caso de reprovação, será necessário aulas práticas.

Novos preços para tirar a primeira CNH

As mudanças influenciaram no preço da carteira de motorista. Agora, para a categoria A/B (moto e carro), custará, em média, R$ 1.700,00 a R$ 1.900,00. Esse valor corresponde, aproximadamente, a R$ 400,00 mais em conta. Mas, quais serviços estão inclusos nesse valor?

Para retirar a CNH, existem taxas públicas (Detran) e privadas (Centro de Formação de Condutores – Auto Escolas). O Detran cobra um valor que varia entre R$ 306,00 e R$ 484. Nisso, está incluso os exames médicos, psicológicos, teóricos, práticos, além da própria licença.

Já as taxas das Auto Escolas incluem as aulas teóricas e práticas. Ainda mais, a locação de veículos, que podem variar bastante de acordo com o estado. Lembrando que esses valores acabam sendo mais caros para quem tira a primeira habilitação. A não obrigatoriedade do simulador resultará em R$ 350,00 a menos.

Como fazer a primeira habilitação?

Confira os procedimentos para retirar a primeira carteira de habilitação:

  • Abertura do serviço no Detran;
  • Captura de imagem, impressão digital e assinatura de contrato;
  • Efetuar pagamento;
  • Exame médico;
  • Curso teórico no Centro de Formação de Condutores (auto escola);
  • Prova teórica;
  • Solicitação da Licença para Aprendizagem de Direção Veicular;
  • Curso prático;
  • Avaliação prática no Detran;
  • Receber a permissão para dirigir do Detran.
  • Quais os documentos necessários para tirar CNH 

    Os documentos necessários para fazer a primeira habilitação são:

    • Documento de identificação (original e cópia);
    • CPF (original e cópia);
    • Comprovante de residência (original e cópia).

    Veja também: SESC abre cinco seleções de emprego; Garanta a sua vaga!

    Deixe uma resposta