Record joga autor famoso pra escanteio e não deve renovar contrato

0
46
O autor Marcílio Moraes não deve renovar com a Record (Foto: Divulgação)
O autor Marcílio Moraes não deve renovar com a Record (Foto: Divulgação)

A Record atualmente exibe duas novelas inéditas, mas nenhuma consegue alcançar índices satisfatórios ou que estejam próximos aos apresentados pela teledramaturgia do canal em um passado recente.  Se não bastasse isso, o canal prioriza agora produções bíblicas, o que resultará, muito provavelmente, na não renovação do contrato de um famoso autor.

De acordo com informações publicadas pelo jornalista Flávio Ricco, do UOL, o contrato do veterano  Marcílio Moraes termina no dia 31 de julho e, até agora, não existe nenhuma movimentação do canal paulista para renová-lo. Ele até apresentou um projeto ao canal recentemente, Pigmaleão do Brejo, mas não vingou.

Veja Também: Marjorie Estiano se compara a personagem e revela se quer ser mãe

Veja Também: Tatá Wernek conquita feito histórico e ganha quinta temporada do Lady Night

Veja Também: A Dona do Pedaço: Maria da Paz tem grave decepção e põe em cheque casamento com Régis

Tendo iniciado sua carreira na Globo, ele escreveu novelas e minisséries no canal até o ano de 2002, quando finalmente se desligou da emissora. Em 2005, foi contratado pela Record e já começou muito bem, atingindo índices satisfatórios para o padrão da época com Essas Mulheres, que foi recentemente reprisada pelo canal.

Mas os maiores feitos do autor na emissorqa de Edir Macedo vieram depois. Isso porque ele foi o autor de um dos maiores sucessos da casa, Vidas Opostas, que revolucionou na época ao ser ambientada em uma favela. A novela repercutiu bastante, o que garantiu a sua permanência no time de contratados da Record por um bom tempo.

Record (Fonte: Divulgação)
Record (Fonte: Divulgação)

Além disso, Marcílio também escreveu a série de maior sucesso da emissora até aqui: A Lei e o Crime.  A última produção do autor na Record foi Plano Alto, que foi ao ar em 2014 e tinha como temática principal a política. De lá até aqui, permaneceu na geladeira esperando uma nova oportunidade, que nunca chegou.

O autor, dessa forma, se juntou a outros contratados que permaneciam fora do ar, como Carlos Lombardi (Pecado Mortal) e Cristiane Fridman. A última, no entanto, se deu bem e está atualmente no ar com as duas novelas inéditas da casa: Jezabel e Topíssima.

Veja Também: Henrique Fogaça se pronuncia após ser flagrado em foto gay comprometedora e questiona: “Ser gay é doente?”

Como a trama contemporânea escrita pela autora não vem dando certo, as chances de o canal continuar investindo no setor é praticamente nula, diminuindo assim as chances de trazer esses autores da “geladeira” para o ar. Resta apenas, portanto, a não renovação dos contratos quando eles forem concluídos.

Veja as últimas noticias sobre TV & Fama