Psicologia do Hospital de Trauma da capital realiza mais de 105 mil atendimentos em 2018

Quase nove mil atendimentos foram realizados, por mês, durante o ano de 2018, pela Psicologia do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e do Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba (Htop), unidade de retaguarda. Ao todo, foram 107,994 mil assistências prestadas pelo setor.

Para a coordenadora da Psicologia, Anne Michelle Paiva, o serviço que o setor oferece é extremamente valioso. “O que fazemos é auxiliar o paciente para minimizar o sofrimento provocado pela hospitalização. Além disso, prestamos assistência aos familiares dando suporte emocional, como também da equipe médica quando solicitada”, frisou.

Com um índice de satisfação de quase 100% perante os usuários, demonstrado pela Pesquisa de Satisfação da instituição, o serviço tem como um de suas bases à humanização. “Esse número é fruto da atenção, do trabalho humanizado, visto na minimização da angústia do paciente. A gente sempre faz o melhor para dar maior atenção ao paciente, dentro das limitações e respeitando as normas de rotinas, então esse apoio faz toda a diferença”, explicou a coordenadora.

Além disso, o setor tem o projeto “Ressignificando a vida”, que acompanha, após a alta hospitalar, vítimas de tentativa de suicídio que dão entrada na unidade de saúde. “Esses pacientes têm todo o apoio durante a hospitalização, nós fazemos os devidos encaminhamentos para os serviços de psicologia e psiquiatria, porém eles têm o respaldo de sessões de psicoterapia na própria instituição podendo se estender em até três de tratamento. Não é o nosso perfil fazer ambulatório e não é a proposta do Hospital de Emergência e Trauma, mas decidimos ampliar esse serviço dessa forma, uma vez que os números estavam tão altos que chamaram nossa atenção”, salientou.

Serviço – o setor atende 24 horas por dia, durante toda a semana e conta com uma coordenadora, 17 psicólogos e uma secretária, organizados por uma escala de trabalho.