PSD alega que Romero não cumpriu com o combinado

Se por um lado o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, diz que sofreu um golpe do PSD, do outro, o partido argumenta que o ex-gestor não cumpriu com o combinado.

Nos bastidores, o PSD argumenta que Romero tinha se comprometido em fortalecer o partido aderindo ao projeto de reeleição do governador João Azevêdo (PSB).

De 2021 para 2022, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, e Aguinaldo Ribeiro trabalharam para uma formação de chapa com João Azevêdo, mas o ex-prefeito acabou desistindo.

Fonte: Blog do Maurílio Júnior

Foto: Reprodução