Prova de vida: Segurado do INSS que não marcar atendimento pode ter benefício suspenso já no próximo mês

0
74

Os segurados que não realizaram a prova de vida não terão o benefício cortado em meio à pandemia do novo coronavírus pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) até o final de outubro. Porém, o instituto não deu sinais que prorrogará por mais tempo a exigência do exame, dessa forma, os beneficiários precisam ir até às agências para fazer o procedimento comprobatório.

Segundo o INSS, aposentados, pensionistas e demais beneficiários que não fizeram comprovação de vida há mais de um ano terão os benefícios suspensos, e após seis meses, o pagamento é cessado pela autarquia. Os beneficiários do INSS que recebem por meio de conta poupança, conta-corrente, ou cartão magnético devem comprovar todos os anos que estão vivos.

É possível realizar o agendamento pela internet, usando o portal ou aplicativo Meu INSS. A advogada especialista em direito previdenciário do escritório Reis & Sousa Advogados Associados, Amanda dos Reis Melo, entrevistada pelo Metrópoles, explicou que “Se a pessoa não fez a prova de vida até agora, e a próxima competência para receber é após outubro, provavelmente o pagamento será suspenso a partir do próximo mês.”

Bloqueio a partir de novembro

Segundo a advogada, os beneficiários poderão ter o pagamento suspenso a partir de novembro caso não marquem o atendimento e não procurarem as agências para realizar a prova de vida. O vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Alexandre Triches, disse que o INSS tem realizado a prova de vida de forma virtual, o que facilita o procedimento.

Prova por biometria facial

O INSS começou um projeto-piloto com o objetivo de fazer prova de vida por meio de biometria facial, para isso, o instituto selecionou 500 mil pessoas para fazer o teste. Quem participar do projeto realizar a prova de vida por biometria terá o procedimento efetivado e não precisará se deslocar até uma agência bancária.

Veja também: Perícia médica online pode diminuir fila do INSS em todo o Brasil a partir de novembro

Deixe uma resposta