Presidente Jair Bolsonaro afirma que ‘crescente popularidade’ incomoda rivais

0
129
Presidente Jair Bolsonaro afirma que ‘crescente popularidade’ incomoda rivais
Presidente Jair Bolsonaro afirma que ‘crescente popularidade’ incomoda rivais

Nesta terça-feira (29), o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, reagiu a críticas feitas em direção ao programa Renda Brasil, anunciado com o objetivo de substituir o Bolsa Família, e afirmou que veículos de mídia não apontam soluções para a diminuição da pobreza.

Em texto publicado na web, o Chefe de Estado salientou que o teto de gastos públicos e a responsabilidade fiscal são o caminho do Ministério da Economia, e afirmou aceitar ideias de líderes partidários acerca de meios para financiar a iniciativa.

Leia também: Atleta que gritou “Fora Bolsonaro” é denunciada e pode ter que pagar multa de até R$ 100 mil

 “A imprensa, que tanto apoiou o fique em casa, agora não apresenta opções de como atender a esses milhões de desassistidos. A responsabilidade fiscal e o respeito ao teto são os trilhos da Economia. Estamos abertos a sugestões juntamente com os líderes partidários”, escreveu o mandatário.

Leia mais: Vídeo: Após pedir boicote a produtos do Brasil, cidadãos protestam, rasgam e queimam livros de Paulo Coelho

Além disso, o Chefe do Poder Executivo se queixou por ser acusado de estar sendo “populista” para angariar sua reeleição em 2022. De acordo com Jair, sua “crescente popularidade”, apontada em levantamentos de institutos de pesquisas, estaria causando desconforto em seus adversários.

“Ao longo da minha vida parlamentar nunca me preocupei com reeleição. Sempre exerci meu trabalho na convicção de que o voto era consequência dele. Minha crescente popularidade importuna adversários e grande parte da imprensa, que rotulam qualquer ação minha como eleitoreira. Se nada faço, sou omisso. Se faço, estou pensando em 2022”, declarou.

Leia também: SBT comunica Sheherazade por e-mail e antecipa o fim de seu contrato com a emissora

Com a informação: Pleno News