Prefeitura oferece serviços de saúde e bem-estar a idosos acolhidos na Casa de Passagem

0
111

Os 15 acolhidos atualmente na Casa de Passagem de Idosos, no bairro do Cristo, em João Pessoa, viveram uma tarde especial nesta terça-feira (15). Em pleno Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (SEDHUC) ofereceu atividades voltadas à saúde e ao bem-estar dos usuários e de seus cuidadores.

A programação contou com serviços de beleza, como corte de cabelo e manicure, além de sessões de massagem, ventosaterapia e auriculoterapia. Aproveitando o mês junino, os idosos também saborearam comidas típicas e curtiram forró ao som de um sanfoneiro.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

Constantino Alexandre, de 68 anos, que aproveitou para cortar o cabelo, contou que a ação foi um momento importante para todos da Casa. “Com tudo que vivemos ao longo da pandemia, nós e os cuidadores estávamos precisando de um dia diferente como esse. Foi especial demais. Gostei de tudo”, falou.

Apesar do clima festivo, o dia é de luta em defesa dos direitos da pessoa idosa. Para se ter ideia, só no mês passado, as quatro unidades dos Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da Capital receberam 22 encaminhamentos do Ministério Público; 14, do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso; e 11 denúncias registradas através do Disque 156.

Segundo o secretário de Direitos Humanos e Cidadania, João Corujinha, o número real de ocorrências é bem maior, já que muitas acabam não chegando ao conhecimento da rede de assistência. “Nosso trabalho é contínuo durante todo o ano. Mas dias de campanha como esta terça, nos ajudam a destacar os canais de denúncia e acolhimento. A sociedade não pode nem deve silenciar diante de qualquer violação de direito contra idosos”, destacou.

Canal de denúncia – O secretário também antecipou que a SEDHUC está trabalhando para oferecer um canal específico para denúncias de violações de direitos de idosos. Atualmente, as demandas chegam pelo Disque 156, em meio a tantas outras de diversas naturezas. “Estamos finalizando esse canal, que também servirá para sugestões e informações, exclusivamente sobre a pessoa idosa”, acrescentou.

Mais serviços – As atividades desta terça-feira foram apenas uma representação do que vem sendo construído em relação às políticas públicas voltadas à pessoa idosa. João Corujinha aproveitou o dia para anunciar novidades, como a ampliação dos serviços oferecidos pelo Centro de Referência da Pessoa Idosa, no Altiplano, que antes funcionava como um Clube do Idoso.

“Inclusive, nas próximas semanas, os serviços presenciais do Centro de Referência começam a voltar, agregando atividades voltadas à saúde física e mental. Os idosos que já receberam as duas doses da vacina poderão participar”, destacou.