Prefeitura mantém rede de serviços para população idosa e faz abertura da Semana Municipal do Idoso nesta sexta-feira

0
73
Mazinho Gomes Fotografo DRT/RJ 15855

Prevenir é o melhor remédio. Esse ditado antigo se aplica sob vários aspectos de nossa vida diária e sabemos que ao evitarmos algo indesejado temos mais qualidade de vida. E quando se trata da saúde das pessoas com mais de 60 anos, a frase faz ainda mais sentido. É por isso que a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), mantém uma rede de cuidados com ações e serviços específicos para a população idosa, principalmente na Atenção Básica. E nesta sexta-feira (25), dia em que é comemorado o Dia Municipal do Idoso, haverá a abertura da Semana Municipal do Idoso (ver programação abaixo).

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, João Pessoa contava com 117 mil idosos (o que correspondia a 14,6% da população total). Como o Censo 2020 foi adiado para o ano que vem devido à pandemia da Covid-19, existe apenas uma estimativa para o número de idosos da Capital paraibana, que é de 15,8% da população geral. Este ano, o número de idosos atendidos e cadastrados nas Unidades de Saúde da Família (USFs) da Capital é 48.634 pessoas.

Dentro dessa rede de serviços, nas Unidades de Saúde da Família, os idosos participam de grupos de convivência, voltados à educação e saúde, lazer e socialização, além de terem acesso aos serviços básicos como atendimento médico, de enfermagem, odontológico, imunização e outros. “Além disso, existe uma rede compartilhada de serviços que são ofertados por todas as secretarias municipais, com o objetivo principal de prevenção à saúde do idoso”, afirmou a coordenadora da saúde do idoso, Irene Delgado.

“É importante ressaltar ainda que nossos profissionais são qualificados para acolhimento e escuta qualificada desse público, uma vez que, em algumas vezes, o idoso procura um serviço de saúde não apenas buscando o cuidado com a saúde física, mas para ter alguém que escute suas queixas pessoais, como o isolamento social causado pela pandemia da Covid-19”, acrescentou.

Também são ofertados a esses usuários, pela Atenção Básica, Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), realizadas nos Centros (CPICS) e em algumas unidades de saúde, e a atividade física, por meio do Projeto João Pessoa Vida Saudável, realizado em diversas praças e espaços públicos e nas Academias de Saúde.

Atendimento especializado – Já para atendimentos especializados, a rede

pública dispõe de uma policlínica exclusiva para o cuidado com a saúde da pessoa idosa, que funciona no sentido de prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde, incluindo a atenção especial às doenças que afetam preferencialmente os idosos.

Na Policlínica Municipal da Pessoa Idosa são oferecidos atendimentos ambulatoriais nas áreas de angiologia, cardiologia, endocrinologia, geriatria, ginecologia, gastroenterologia, neurologia e reumatologia, além de enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, assistência farmacêutica, assistência social, aferição da pressão arterial, testes de glicemia, curativos biológicos, citológicos e odontologia. Tem ainda os grupos operativos, que estimulam e incentivam os participantes a convivência e recreação em grupo. A unidade é localizada no prédio anexo ao Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI), no bairro Tambiá.

Pela rede de cuidados disponibilizada pela SMS, os idosos também são atendidos nas demais Policlínicas Municipais, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e em toda a rede hospitalar. Para ter acesso aos serviços, o idoso deve procurar a Unidade de Saúde da Família mais próxima de sua residência.

Semana do Idoso – A Semana Municipal do Idoso será aberta nesta sexta-feira (25), dia em que se comemora o Dia Municipal do Idoso, e segue até a próxima quinta-feira (1°), quando se celebra o Dia Internacional do Idoso. Ainda durante esta semana, é comemorado o Dia Estadual do Idoso neste domingo (27). A abertura será às 9h, na Praça da Independência, mas apenas com a presença dos membros do Conselho Municipal do Idoso, como forma de evitar aglomeração por causa da pandemia da Covid-19.

“Como este ano é atípico por conta da pandemia da Covid-19, as instituições realizarão atividades presenciais apenas aos idosos residentes do seu respectivo lar, onde, para os demais (público externo) serão disponibilizadas atividades remotas. Até porque todo nosso público faz parte do grupo de risco para o novo coronavírus e não pode se expor nesse momento. Mas estaremos ofertando todos os serviços de forma online através do instagram @cmdi.jp”, disse o presidente do Conselho Municipal do Idoso, Carlos Antônio Fidelis Júnior.

Confira programação completa clicando aqui.