Prefeitura de João Pessoa vacina adolescentes e jovens que destacam alegria de tomar o imunizante e proteger a família

0
63

“Minha avó desenvolveu uma forma grave da Covid-19 e foi intubada em março desse ano. Graças a Deus, ela está bem agora, mas me vacinar era essencial para proteção não apenas minha, mas principalmente dela e da minha família”, afirmou Marcus Vinícius, de 17 anos, morador do bairro Cidade Verde, que tomou a primeira dose do imunizante contra Covid-19.

Na manhã desta quarta-feira (15), a Prefeitura de João Pessoa imunizou adolescentes de 12 a 17 anos, gestantes ou com parto recente que tenham alguma comorbidade descrita no Plano Nacional de Imunização. Vacinou também pessoas com deficiência permanente (17+) e os maiores de 18 anos sem comorbidades com a primeira dose. Além de realizar aplicação da dose de reforço, terceira dose, em idosos acima de 90 anos (para quem completou 180 dias da 2ª dose).

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

Quem também se vacinou na manhã desta quarta foi o casal Josélia e Marcus Farias, de 18 e 19 anos, respectivamente. Eles chegaram ao local e foram rapidamente atendidos pela equipe da Secretaria de Saúde (SMS), no posto de vacinação instalado na Universidade Federal da Paraíba e ressaltaram a organização e assertividade da campanha promovida pela Prefeitura.

“Trouxemos o nosso filho de 2 anos e ficamos preocupados com um atendimento demorado, deixando ele exposto ao vírus, mas fomos atendidos rapidamente. Me sinto melhor e mais segura e com minha família protegida com o atendimento da equipe da Prefeitura”, completou Josélia Farias, mãe do pequeno Juan, de 2 anos.

Já Tatiane Paulino, puépera, moradora do Valentina, lembrou os momentos de tristeza vividos desde o ano passado e ressaltou o medo da doença por causa da gravidez. “A gente nunca está preparada pra ver uma situação como essa. Tive medo por mim, pelo meu filho que nem tinha nascido, pelo meu marido. Me emocionou me vacinar. Porque eu espero que a vacina seja o fim desse pesadelo. Que ela traga mais esperança para todos nós”, declarou.

Terceira dose – A SMS orienta que os idosos não precisam fazer agendamento para tomar a terceira dose da vacina contra Covid-19. Basta comparecerem a um posto de vacinação munido do cartão de vacinação e um documento com foto. Quanto aos idosos com dificuldade de locomoção, as famílias podem entrar em contato com a Unidade de Saúde da Família (USF) que as equipes da SMS farão o agendamento para aplicação no local da terceira dose.

PMJP