Prefeitura de João Pessoa reúne articuladores da Participação Popular

0
136

Desempenhando papel fundamental no processo de diálogo entre os conselheiros e a Secretaria Executiva de Participação Popular (SEPP), os articuladores que já aderiram ao novo ciclo participativo se reuniram nesta quarta-feira (07) para aprofundar suas funções e melhorar a dinâmica de seu trabalho.

A reunião aconteceu na sede da Secretaria, situada no Paço Municipal, e foi um momento de formação para os articuladores fiquem familiarizados com a dinâmica do trabalho e alinhar os procedimentos com a Assessoria Técnica da SEPP.

Durante o encontro, os articuladores puderam mostrar como foi a experiência nas comunidades e bairros com moradores e lideranças. Também ressaltaram a importância da participação popular nesse processo de construção coletiva.

“Aproveitamos essa formação para mostrar como está sendo o nosso ritmo de trabalho, mostrar o quadro de resultados, apresentar a metodologia que estamos usando para dialogar com os conselheiros”, afirmou o secretário Thiago Diniz.

De acordo com o articulador Jonathan Dario, da 1ª Região, com a Participação Popular, os moradores de João Pessoa despertam o aspecto do pertencimento, de que não só fazem parte da cidade, mas são responsáveis por ela. Assim, tornam-se mais qualificados para eleger demandas prioritárias para seus bairros e comunidades.

á Marinês Andrade, que é articuladora da 12ª Região, afirma que o papel de articulação vem colaborar com o intuito da gestão municipal que é integrar os moradores da cidade às decisões de melhorias para seus bairros e comunidades.

Para este novo ciclo que se inicia, as expectativas são as melhores. É o que afirma o articulador Magno França, da 10ª Região. “Nas visitas que fazemos, podemos ouvir moradores, conselheiros, lideranças, o que é muito importante para que possamos conhecer os territórios, a situação dos equipamentos públicos”, falou Magno.

João Pessoa está dividida em 14 regiões, que englobam 74 bairros e 170 comunidades. Cada região possui articuladores, além de conselheiros municipais e regionais da Participação Popular.

Deixe uma resposta