Prefeitura de João Pessoa alerta para cuidados com saúde do homem e oferta consultas e exames

0
146

A Prefeitura de João Pessoa alerta a população masculina para a importância do autocuidado e prevenção à saúde. Os homens apresentam mais fatores comportamentais de risco do que as mulheres, o que determina maior vulnerabilidade a todos os tipos de doenças. Por isso, a Secretaria de Saúde tem reforçado os serviços para este público, com ações educativas e oferta de consultas e exames.  

“A partir dessa perspectiva, nosso trabalho tem buscado elaborar e executar políticas que evidenciem esses fatores de risco, considerando a influência das questões de gênero no adoecimento dos homens. O objetivo maior é quebrar paradigmas, o preceito de que o homem não adoece e não precisa se cuidar. Já está ultrapassada essa ideia que o homem é mais forte, é preciso avançar e combater esses comportamentos de risco. Queremos contribuir para a melhoria da qualidade de vida e da saúde dos homens”, esclareceu o coordenador da área técnica de Saúde do Homem, Késsio de Brito.

Toda a rede municipal de saúde João Pessoa está sensível e mobilizada para o cuidado integral do homem, ofertando ações específicas, horários diferenciados, ampliação de atendimentos e oferta aumentada para exames específicos, como o PSA – necessário para verificar se há doenças relacionadas à próstata.

A porta de entrada preferencial para o cuidado integral do homem será sempre a atenção básica, seguindo os princípios do SUS e as diretrizes para o cuidado na saúde. “Para alcançar uma resolutividade e efetividade das ações, contamos com toda a rede de saúde, com serviços desde atenção básica, policlínicas e hospitais de referência para encaminhamentos, quando necessários, para cada especificidade”, disse Késsio de Brito.

Os exames ofertados seguem as recomendações do Caderno nº29 do Ministério da Saúde para Rastreamento oportuno, incluindo desde o PSA livre e total, biopsia, ultrassonografias e exame clínico (toque retal). “Nossa oferta será para o cuidado integral, iniciando com a promoção e prevenção da saúde e assistência com solicitações de exames e encaminhamentos para cada caso específico”, detalhou o coordenador.

O primeiro passo é buscar a unidade de saúde da família, onde haverá acolhimento com escuta qualificada. A partir de cada caso será traçada uma conduta, que inclui exames de rastreio, exames para diagnósticos de doenças e tratamentos ou encaminhamentos a especialistas.