Prazo para sacar PIS/Pasep de até R$ 1.100 está acabando. Veja data limite

0
81

O prazo para sacar o abono salarial PIS/Pasep será encerrado no dia 30 de junho. O benefício funciona como uma espécie de 14º salário para os trabalhadores que recebem até um salário mínimo, se o saque não for feito até a data limite, os recursos voltam para o fundo.

Os valores liberados são de R$ 92 a R$ 1.100, dependendo de quantos meses a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2019. O PIS é pago aos trabalhadores da iniciativa privada pela Caixa Econômica Federal o Pasep é liberado aos servidores públicos pelo Banco do Brasil.

Quem tem direito de receber o PIS/Pasep

Para receber o PIS é necessário ter carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2019, o mesmo vale para servidores públicos com o Pasep. O benefício é destinado para quem ganhou, no máximo, dois salários mínimos, em média, por mês e está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos.

Veja também: Conta de luz: Maio terá bandeira vermelha e tarifa fica mais alta

Além disso, é preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao sistema Rais do governo.

Quanto é pago no PIS/Pasep?

Veja abaixo quais são os valores pagos no abono salarial de acordo com a quantidade de meses trabalhados:

Meses trabalhados Valor pago 1 R$ 92,00 2 R$ 184,00 3 R$ 275,00 4 R$ 367,00 5 R$ 459,00 6 R$ 550,00 7 R$ 642,00 8 R$ 734,00 9 R$ 825,00 10 R$ 917,00 11 R$ 1.009,00 12 R$ 1.100,00

Como sacar o PIS/Pasep: para os trabalhadores que não possuem conta na Caixa (PIS) ou Banco do Brasil (Pasep) o dinheiro é liberado no caixa eletrônico das instituições usando o Cartão Cidadão e senha para fazer o saque.

Já os trabalhadores que não possuem o Cartão Cidadão, o valor pode ser recebido em qualquer agência dos bancos, mas é preciso apresentar um documento de identificação com foto, CPF e a Carteira de Trabalho.

Veja também: Quais doenças permitem o saque integral do FGTS? Confira as mais comuns