Sem-teto invadem tríplex no Guarujá que levou Lula à prisão

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), liderado pelo pré-candidato à Presidência Guilherme Boulos (Psol), invadiu na manhã desta segunda-feira (16) o tríplex no Guarujá que foi atribuído ao ex-presidente Lula e o levou à prisão.

“É uma denúncia da farsa judicial que levou Lula à prisão. Se o triplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, precisam explicar porque ele está preso”, disse Guilherme Boulos, segundo a jornalista Mônica Bergamo, da “Folha de S.Paulo”.

“MTST e a Povo Sem Medo acabam de ocupar o triplex do Guarujá, atribuído a Lula por Moro. Se é do Lula, o povo poderá ficar. Se não é, por que então ele está preso?”, publicou Boulos no Twitter.

O juiz federal Sergio Moro condenou Lula a 9 anos e meio de prisão no caso do tríplex, por corrupção e lavagem de dinheiro. A pena foi elevada para 12 anos e 1 mês pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4).

Segundo a denúncia, o ex-presidente teria recebido propina da OAS por contratos da empreiteira com a Petrobras através da compra e reforma de um apartamento tríplex no Condomínio Solares, no Guarujá, litoral norte de São Paulo.

Em diferentes ocasiões, a defesa de Lula afirmou que os julgamentos foram “tendenciosos” e “politicamente motivados” e que “nenhuma evidência crível de culpa foi produzida”.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *