GOLPE EM PARAFUSO! Janot que pediu cadeia pra Lula, agora mira em Cármen Lúcia

Em entrevista à Agência Pública, de jornalismo investigativo, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot relatou os motivos que o levaram a criticar em sua conta no Twitter o encontro entre o presidente Michel Temer e a ministra Cármen Lúcia, do Supremo, no dia 10, sábado. De Bogotá, por email, Janot falou de um encontro que teve em um bar em Brasília, no ano passado, com o criminalista Pierpaolo Bottini, defensor de políticos e empresários como Joesley Batista da JBS, sob investigação no Supremo, e ressaltou. “Não me reuni a portas fechadas.”

Janot disse que ficou ‘perplexo’ quando soube da reunião de Temer e Cármen, na casa da ministra.

Leia Também

LEVANDO CHUMBO! Marco Aurélio volta a detonar Moro, “vá cuidar…

23 mar, 2018

RENAN PARA MORO! Nenhuma condenação sem prova sobreviverá

22 mar, 2018

Segundo ele, ‘a perplexidade decorreu da informação de que o senhor presidente da República teria ido à residência da presidente do STF para tratar de segurança pública’.

Sobre a atuação de sua sucessora, Raquel Dodge, ele declarou à Pública. “Sempre penso que um pouco mais de transparência seria desejável.”

As informações são de reportagem do Estado de S.Paulo

amei