DESESPERADOS! Procuradores de Curitiba ficam indignados com vitória de Lula no STF

Jornal GGN – Os procuradores da Lava Jato em Curitiba não ficaram nada satisfeitos com a decisão do Supremo Tribunal Federal em admitir o Habeas Corpus preventivo de Lula para julgamento e, de quebra, conceder ao petista uma liminar que proíbe a execução antecipada de pena, até que o HC seja apreciado no mérito.
Nas redes sociais, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima insinuou que o Supremo julga de acordo com a “cara do freguês”, ou seja, teria privilegiado Lula neste caso. Ele também disse que é uma “mentira” que Lula foi agraciado com a liminar por causa da demora para se concluir o julgamento do HC. Quem defendeu a tese de que o réu não pode carregar o “ônus” da morosidade do Judiciário foi a ministra Rosa Weber, afirmando que existe precedentes.
O procurador Deltan Dallagnol indicou que o HC de Lula pulou a fila e foi analisado na frente do pedido de Antonio Palocci, que está preso. Segundo o coordenador da força-tarefa, isso indica favorecimento ao ex-presidente porque, pela norma, quem está privado de liberdade merece ter o recurso julgado primeiro.